• White/Preto
  • Padrão

Current Style: Padrão

Governo do Estado do Pará

Você está aqui:

Sectet e Conselho de Ciência e Tecnologia da França discutem parcerias

Sectet - seg, 24/08/2015 - 13:50

O conselheiro de Cooperação Científica, Universitária e Tecnológica da Embaixada da França no Brasil, Philippe Martineau, e o Cônsul Honorário da França, Sérgio Galvão, visitaram a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) na manhã desta segunda-feira (24). A visita teve por objetivo discutir possíveis acordos no setor científico-tecnológico envolvendo o Pará e a França. 

A primeira parceria bilateral entre a Embaixada e a Sectet será a organização de um evento acadêmico para celebrar os 400 anos de Belém, idealizado pelo Conselho francês, com apoio de instituições locais.  A finalidade será apresentar projetos de pesquisa ligados a diferentes áreas, trocar experiências e debater influências francesas na constituição histórica da capital paraense.

O conselheiro francês falou que vislumbra ótimas oportunidades de parcerias com o Pará em virtude da localização estratégica do estado, dos bons centros de pesquisa aqui sediados e dos interesses comuns. “Queremos ampliar o vínculo entre o Pará e a França por meio do fomento ao intercâmbio científico e às pesquisas bilaterais envolvendo áreas como energia, meio ambiente, agricultura sustentável e outros setores relevantes”, enfatizou Philippe Martineau.

O titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, ressaltou que o Governo do Estado tem grande interesse em firmar acordos com a França, sobretudo, no que diz respeito aos programas ligados à agregação de valor à nossa biodiversidade. “Estamos em busca de parceiros que possam nos apoiar na verticalização de nossas cadeias produtivas e vejo que a parceria com a França tem grande potencial para isso”. 

A pedido do conselheiro francês, o secretário se comprometeu a enviar os programas prioritários coordenados pela Sectet que podem, futuramente, receber aportes por parte do governo da França. A expectativa é de que, em breve, sejam assinados acordos para formalizar a parceria.

Texto: Ana Carolina Pimenta - Ascom Sectet

 

Categorias: Notícias

1ª Reunião Consectet

Sectet - seg, 17/08/2015 - 14:47

Ocorreu no dia 14 de agosto de 2015 a primeira reunião do Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (CONSECTET), cujo objetivo é prestar assessoramento superior à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica na elaboração e execução de políticas públicas para o setor. O Conselho foi remodelado em 2015 para se adequar à nova composição da Secretaria e, a partir do novo regimento, passa a ser constituído por 26 representantes governamentais e da sociedade civil. 

Categorias: Notícias

Sectet elege a servidora nota 10 do órgão. Vencedora receberá premiação em outubro no Hangar

Sectet - seg, 17/08/2015 - 11:34

Após avaliação nos quesitos assiduidade, disciplina, iniciativa, produtividade e responsabilidade, a técnica em Gestão Pública, Maria Antonieta Pereira Vieira, foi eleita a servidora nota 10 da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet), por meio do 8º Concurso Servidor Nota 10 do Estado do Pará, realizado pela Escola de Governo (EGPA). A servidora receberá um cheque no valor de mil reais, uma medalha alusiva ao concurso e um certificado assinado pelo governador Simão Jatene. 

A vencedora foi avaliada por uma comissão especial formada por quatro membros da Secretaria, entre os quais estão a Coordenadora de Gestão de Pessoas em exercício, Rita da Silva, a gerente Vera Lúcia Monteiro, a assistente social Sheila Vieira e a assistente administrativa e vencedora do concurso do ano passado, Telma Martins. O concurso objetiva a valorização do servidor, como referência de qualidade do serviço público no Estado, premiando os melhores de cada órgão ou entidade e incentivando a meritocracia. Na Sectet, oito servidores efetuaram a inscrição para concorrer ao prêmio. 

Maria Antonieta é servidora estadual desde 1988 e acompanhou as diversas mudanças ocorridas no órgão público em que trabalha. Atualmente ela está lotada na Diretoria de Administração e Finanças da Sectet, na gerência de contratos e convênios. “Recebo com grande satisfação esse prêmio, pois ele representa reconhecimento aos serviços que presto desde o início desta secretaria. É um prêmio que motiva o servidor de cada órgão a executar seu serviço com qualidade em prol do Estado e da sociedade”, afirma a vencedora. 

A servidora da Sectet está apta a concorrer a nível estadual com os outros servidores nota 10 de cada órgão/entidade. O ganhador no Estado será escolhido através de sorteio em cerimônia a ser realizada no Hangar, no dia 27 de outubro, quando receberá um cheque no valor R$ 20 mil. 

Texto: Igor de Souza (Ascom Sectet)

 

Categorias: Notícias

Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica reúne-se pela 1ª vez

Sectet - sex, 14/08/2015 - 13:56

Ocorreu, na manhã desta sexta-feira (14), a primeira reunião do Conselho Estadual de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (CONSECTET), cujo objetivo é prestar assessoramento superior à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica na elaboração e execução de políticas públicas para o setor. O Conselho foi remodelado em 2015 para se adequar à nova composição da Secretaria e, a partir do novo regimento, passa a ser constituído por 26 representantes governamentais e da sociedade civil. 

O titular da Sectet e presidente do Consectet, Alex Fiúza de Mello, abriu a reunião destacando que o Conselho instituirá uma prática de consulta prévia e de supervisão periódica das principais ações da Secretaria. “Temos um Plano Diretor a seguir, mas vamos avaliar suas linhas de ação a todo momento, submetendo-as  ao Conselho para aprimorar nossas propostas, redefinir diretrizes quando necessário e, assim, legitimar nossa atuação no âmbito da Ciência, Tecnologia e Educação Profissional”, enfatizou o secretário. 

Cada membro presente recebeu uma síntese dos eixos estratégicos que compõem o Plano de C, T&I e Educação Profissional e Tecnológica, elaborado pela Sectet, com apoio de diversos agentes estratégicos. Entre os destaques previstos no planejamento está o apoio previsto à pesquisa e extensão focados em cadeias produtivas estratégicas. De acordo com o presidente da Fapespa, e vice-presidente do Consectet, Eduardo Costa, a iniciativa da Fundação de lançar editais regionais de pesquisa, focados nas demandas e potencialidades locais das cinco regiões do estado, vai ao encontro disso. “Por isso, peço o apoio dos membros deste Conselho para nos apoiar a formular, aprimorar e divulgar tais editais”.

Outro gestor presente na reunião foi o dirigente da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação (Prodepa), Théo Pires, que se comprometeu a elaborar um modelo – a ser apresentado em reunião futura do Conselho - capaz de viabilizar a meta de expansão das infovias do Navegapará. A ideia é promover, com o apoio dos membros do Consectet, ações que direcionem investimentos dos governos municipais, estadual e federal para a implantação da infraestrutura necessária à ampliação da conectividade em todo o estado. 

O reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Carlos Maneschy, saudou a criação do Conselho, definindo-o como de grande importância para o desenvolvimento científico-tecnológico do estado. “Se queremos que esse Plano de CT&I seja posto em prática, precisamos de instâncias políticas que dêem sustentação política para isso e o Conselho, como órgão consultivo e propositivo, poderá acompanhar a execução das ações do Plano de forma continuada, indiferente do término da gestão”. 

Para a secretária-adjunta da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Maria Amélia Enriquez, o Consectet pode atuar na promoção da interface entre a sociedade e os centros de pesquisa.  “Há demandas sociais urgentes que podem ser atendidas com o conhecimento sofisticado desenvolvido nas universidades. Precisamos nos unir e fazer essa ponte”, enfatizou. 

O secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Turismo, Joy Colares, falou sobre o grande interesse da Setur em se envolver com as atividades ligadas ao Conselho. “Tecnologia e inovação são elementos que precisam ser incorporadas ao turismo para torná-lo ainda mais relevante no cenário econômico do estado”.  

Além destes, compareceram ao evento gestores dos seguintes órgãos: Universidade do Estado do Pará (UEPA), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), Instituto Evandro Chagas (IEC), Instituto Federal do Pará (IFPA), Emater, Sebrae, Faepa, Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá). 

O regimento prevê, pelo menos, duas reuniões do Conselho por ano ou sempre que convocado pelo seu Presidente ou dois terços de seus membros. Confira o regimento completo aqui. 

Texto: Ana Carolina Pimenta (Ascom Sectet)

Categorias: Notícias

Edital de lotes do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá segue aberto

Sectet - qua, 12/08/2015 - 11:46

Edital de uso de lotes do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá segue aberto

O edital de concessão onerosa de uso de lotes do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, localizado em Belém, segue aberto até o próximo mês. Os Interessados em se instalar no parque devem comparecer à visita técnica que será realizada no dia 27 de agosto. A abertura dos envelopes será no dia 10 de setembro de 2015, às 9h, na sede do parque
Os lotes disponíveis variam de 2.481,08 a 3.322,01 m² e são destinados, prioritariamente, à instalação de empresas e/ou instituições dedicadas à realização de atividades científico-tecnológicas, de pesquisa, desenvolvimento e inovação que estejam alinhados às áreas de atuação do parque: biotecnologia, energia, tecnologia da informação e comunicação, tecnologia ambiental e tecnologia mineral. As informações para participar da concorrência estão disponíveis no link. 

PCT Guamá – Primeiro parque tecnológico em operação na Amazônia, o PCT Guamá tem gestão da Fundação Guamá, por meio de um convênio entre a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet), a Universidade Federal do Pará (UFPA) e a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e conta com aporte financeiro da Sectet, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), por meio da Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (Fapespa).

Conta com o apoio da Embrapa Amazônia Oriental, da Eletrobras/Eletronorte, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Pará (Sebrae-PA), da Agência de Inovação da Universidade Federal do Pará (Universitec/UFPA), da Universidade do Estado do Pará (UEPA), do Banco da Amazônia, da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa), do Centro Internacional de Negócios-Fiepa, do Programa Redes, do Núcleo de Inovação Tecnológica do Centro Universitário do Pará (Cesupa), e do Museu Paraense Emílio Goeldi e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme).

Mais informações: +55 (91) 3321-8900 ou ascom@fundacaoguama.org.br

 

Categorias: Notícias

Sectet, Prodepa e UFPA discutem expansão do Programa Navegapará no Estado

Sectet - qui, 09/07/2015 - 15:20

Na manhã desta quinta-feira, 09, os gestores da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) e da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa) reuniram-se com o reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Carlos Maneschy, para discutir o plano de trabalho de um acordo de cooperação técnica e financeira que viabilizará a expansão do Programa Navegapará nas regiões de integração de Tocantins e Marajó.

O acordo assinado em 2013 entre as instituições prevê a implantação de um sistema de rádio de micro-ondas para transporte de dados em localidades existentes na rota entre os municípios de Igarapé Miri e Breves. Esse sistema beneficiará órgãos estaduais, como hospitais, escolas e delegacias, e os campi da UFPA existentes nas regiões.

“A Sectet e Prodepa estão se esforçando bastante para garantir internet confiável e de baixo custo nas cidades paraenses por meio da captação de parceiros regionais para viabilizar essa meta. A UFPA certamente é um deles por estar presente em diversos municípios através de seus campi e núcleos”, disse o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, durante a reunião.

O presidente da Prodepa, Theo Pires, explicou que, uma vez finalizada a instalação de quatro torres destinadas às estações de telecomunicações das cidades de Limoeiro do Ajuru, Oeiras do Pará, Cametá e Breves, os campi da UFPA nessas duas últimas cidades terão links de internet com velocidade de 10 megas. “A UFPA apoia completamente essa iniciativa, pois nos dá segurança para investir em cursos a distancia voltados à população dessas regiões, por exemplo”, afirmou o reitor Carlos Maneschy.

Atualmente, a Sectet e a Prodepa trabalham nos detalhes jurídicos e financeiros para a contratação, por meio de licitação, de empresas de engenharia para executar a instalação das torres e construção das edículas. A previsão é a de que até o início do ano que vem essa infraestrutura já esteja finalizada.

Texto: Igor de Souza – Ascom Sectet

Categorias: Notícias

Sectet recebe Embaixadora da Noruega para tratar de cooperação científico-tecnológica

Sectet - qui, 09/07/2015 - 11:01

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) e o Conselho de Pesquisa da Noruega formalização parceria para fomentar o intercâmbio científico-tecnológico entre o Pará e o país europeu. O anúncio da cooperação foi feito na manhã desta quinta-feira (09), durante a visita da Embaixadora da Noruega, Aud Marit Wiig à Sectet.  

A união entre o país e o Estado do Pará será formalizada em novembro, por meio da assinatura de um acordo de cooperação, que já foi formulado e avaliado pelos setores jurídicos da Sectet e do Conselho de Pesquisa da Noruega. A finalidade é promover o acesso mútuo à infraestrutura de pesquisa e projetos, facilitar a mobilidade acadêmica e o intercâmbio de competência científico-tecnológica entre universidades, empresas e outros possíveis partícipes.  

A Embaixadora destacou que a Noruega tem forte relação com o Pará, em virtude de o estado sediar uma importante empresa norueguesa, a Hydro/Alunorte, e do país ser o maior colaborador do Fundo Amazônia, destinado a incentivar o uso sustentável da biodiversidade amazônica.   “Em termos de cooperação técnico-cientifica, temos interesse em desenvolver pesquisas bilaterais envolvendo áreas como biodiversidade, mineração, setor energético e outras áreas estratégicas do ponto de vista da biociência”, enfatizou a embaixadora.

O titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, ressaltou que o Governo do Estado tem grande interesse em  firmar acordos com a Noruega e transformar as pesquisas desenvolvidas no âmbito da parceria em inovação. “Queremos criar redes de pesquisa com instituições de ciência e tecnologia norueguesas, mas também envolver as indústrias de lá na busca por transformar nossas potencialidades naturais em produtos e processos inovadores. Isso é nossa prioridade, gerar negócios, emprego e renda no estado”.

O período de assinatura do acordo coincidirá com a visita a Belém do Príncipe Herdeiro e a Princesa Herdeira da Noruega, que virão em missão diplomática  para fortalecer, ainda mais, a relação entre o país e o Pará.

Texto: Ana Carolina Pimenta - Ascom Sectet

 

Categorias: Notícias

Apresentação do Plano Diretor 2015-2019

Sectet - ter, 30/06/2015 - 13:19

Os servidores da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) reuniram-se no dia 30 de junho com o objetivo de conhecer mais profundamente as ações e objetivos previstos no Plano Diretor de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica 2015-2019.  Elaborado com o apoio de diversas instituições parceiras, o documento se configura como uma agenda coletiva na qual constam onde e em quê o conhecimento deve ser investido, no estado do Pará, para buscar superar o histórico modelo econômico extrativista e gerar maiores ganhos sociais. Saiba mais aqui. 

Categorias: Notícias

Encontro reúne servidores da Sectet para apresentar e discutir o Plano Diretor 2015-2019

Sectet - ter, 30/06/2015 - 13:00

Os servidores da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) reuniram-se na manhã desta terça-feira (30) com o objetivo de conhecer mais profundamente as ações e objetivos previstos no Plano Diretor de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica 2015-2019.  Elaborado com o apoio de diversas instituições parceiras, o documento se configura como uma agenda coletiva na qual constam onde e em quê o conhecimento deve ser investido, no estado do Pará, para buscar superar o histórico modelo econômico extrativista e gerar maiores ganhos sociais.

Na ocasião, o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, ressaltou a importância da socialização do planejamento com todos os servidores. “Esse plano aponta nossas prioridades para os próximos anos. É de suma importância que todos vocês possam conhecer como vamos atuar, em que vamos investir e onde o conhecimento precisa ser aplicado para atender as necessidades imediatas de nosso estado”, disse o secretário.  

A conclusão da Infovia Sudeste do Pará do Programa Navegapará, a conclusão e consolidação do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá), a implantação do Laboratório FarmaViva, em Santarém, a criação do “ParaFarma”, o incentivo e expansão das ações de Indicação Geográfica de produtos como a “farinha de Bragança” e o “Queijo do Marajó”, a efetivação de vagas em cursos profissionalizantes e a implantação de um sistema de Educação a Distância para cursos de educação técnica e tecnológica são algumas das ações presentes no Plano Diretor.

“Foi muito bom saber o que está sendo previsto em cada área de atuação. Agora eu vejo que demos um passo importante na construção da identidade da Secretaria”, ressalta do servidor Alexandre Teixeira Negrão.

O titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, encerrou o evento destacando que o engajamento de cada servidor é muito importante para que o Plano se converta em benefícios para a população. “Os desafios são enormes, mas não podemos desanimar diante das dificuldades. Somos uma das menores secretarias, mas se tivermos a participação de cada um de vocês na execução das metas, podemos nos destacar pela qualidade de nosso trabalho”.

Texto: Ana Carolina Pimenta – Ascom Sectet

Categorias: Notícias

Fapespa oferta quotas de bolsas de iniciação científica para instituições de ensino e pesquisa

Sectet - ter, 23/06/2015 - 14:10

Fapespa abre edital para concessão de quotas de bolsas de iniciação científica

As instituições de ensino superior e de pesquisa interessadas em participar do Edital nº 001/2015, de Concessão de Quotas de Bolsas de Iniciação Científica –Graduação (IC-Gr), tem até o próximo mês para submeter propostas ao certame, que encerra para inscrições no dia 16 de julho. O edital ofertado pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa) tem como objetivo estimular o desenvolvimento da pesquisa científica e contribuir para a formação de pesquisadores no estado.

O primeiro edital deste ano da Fapespa oferece 416 bolsas de Iniciação Científica-Graduação, com duração de seis a doze meses. No entanto, a Fundação destaca que serão concedidas quotas e não bolsas individuais, isto é, apenas instituições podem realizar a submissão de propostas para concorrer a uma porcentagem das 416  bolsas oferecidas.

No total, o governo do Pará, por meio da Fapespa, vai investir R$ 2 milhões para incentivar o desenvolvimento do pensamento e da prática científica de estudantes de graduação na iniciação à pesquisa em diferentes áreas do conhecimento.

Para acessar o Edital nº 001/2015, clique aqui.

Mais informações podem ser obtidas na Diretoria Científica da Fapespa pelo e-mail: dicet@fapespa.pa.gov.br, ou pelo telefone (91) 3323-2564.

Texto: Ascom Fapespa 

Categorias: Notícias

Rede Paraense de Tecnologias Sociais realiza reunião para discutir projetos com parceiros

Sectet - sex, 19/06/2015 - 14:36

Na manhã desta sexta-feira, 19, a Rede Paraense de Tecnologias Sociais (RTS/PA), coordenada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica (Sectet), reuniu diversos parceiros para apresentar e discutir projetos que envolvam a reaplicação de Tecnologias Sociais no Estado. O encontro ocorreu na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e contou com diversos representantes de órgãos públicos, de instituições de ensino e pesquisa e de organizações da sociedade civil.

Na ocasião, foram apresentados os avanços do trabalho realizado pelo Grupo de Pesquisa “Aproveitamento de Água da Chuva na Amazônia, Saneamento e Meio Ambiente da UFPA” (GPAC-Amazônia), integrante da RTS/PA. O sistema de captação de água de chuva, idealizado pelo Grupo, está sendo reaplicado nas comunidades ribeirinhas de Região Metropolitana de Belém por meio da parceria com a Prefeitura Municipal. O objetivo é garantir água potável para a população e diminuir a incidência de doenças causadas pelo consumo de água contaminada.

“A água de chuva pode conceder autonomia politica à comunidade que a utiliza, pois passa a depender menos de projetos ou politicas públicas voltadas para amenizar o problema da falta de agua potável na Amazônia”, explicou o professor e coordenador do GPAC, Ronaldo Mendes. 

Os participantes da reunião puderam conhecer, também, o Programa Campus Avançado da Universidade do Estado do Pará (Uepa), o qual trabalha com tecnologias assistivas e educativas, e o projeto “Encauchados de Vegetais da Amazônia”, desenvolvido pelo Polo de Proteção da Biodiversidade e Uso Sustentável dos Recursos Naturais (Poloprobio), que utiliza Tecnologia Social que consiste na técnica da pré-vulcanização artesanal do látex e na adição de substratos naturais para formar um composto homogêneo que pode ser utilizado na fabricação de bolsas, toalhas de mesa, embalagens, pinturas a mão com látex pigmentado em camisetas e artesanatos, entre outras possibilidades de aplicação.

Uma nova reunião da RTS/PA será agendada para discutir de que forma os projetos apresentados podem ser integrados a programação de eventos da Rede e da Sectet previstos para este ano, tais como a IV Mostra de Tecnologias Sociais e o III Fórum de Tecnologias Sociais, que será realizado em outubro, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida anualmente pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Texto: Igor de Souza – Ascom Sectet

 

Categorias: Notícias

Páginas