• White/Preto
  • Padrão

Current Style: Padrão

Governo do Estado do Pará

Você está aqui:

EDITAL 001/2018 - Pará Profissional: 465 vagas em 21 Cursos de Educação Profissional e Tecnológica, na modalidade de Qualificação Profissional

Sectet - qua, 07/02/2018 - 10:18
Data do Edital: 07/02/2018

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (SECTET), no uso de suas atribuições legais, torna pública a abertura das inscrições para Cursos de Educação Profissional e Tecnológica, na modalidade Qualificação Profissional, de caráter teórico-prático, dirigidos para apoiar atividades do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, em treze municípios, pertencentes a oito Regiões de Integração do Estado do Pará, nos termos do Anexo I deste Edital.

ANEXO I

ANEXO II

ANEXO III

ANEXO IV

INSCRIÇÕES AQUI

AnexoTamanho Edital 001/2018690.75 KB
Categorias: Notícias

Novo sistema da Prodepa integra dados e agiliza cobrança da Dívida Ativa

Prodepa - seg, 05/02/2018 - 10:30
03/02/2018 - 10:30

Certidão de Dívida Ativa Web Service (CDA-WS). Esse é o novo sistema desenvolvido pela Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa) para auxiliar na automação de envio de Certidões de Dívida Ativa (CDAs) entre a Secretaria da Fazenda (Sefa) e Procuradoria Geral do Estado (PGE). O sistema está preparado para receber as informações de lotes de CDAs e enviar o próprio arquivo em PDF do documento. A PGE recebe os dados em lotes, as informações da empresa, o valor e o PDF em anexo. Com essas informações reunidas, o processo é criado de forma automática.

Antes, as informações eram recebidas em CDs ou pen-drives e o sistema era alimentado manualmente, dado por dado. Agora, com a automatização do sistema, se economiza tempo, além de recursos financeiro e humano. Em cada ponta – Sefa e PGE – haverá um sistema, para integração dos dados. O próximo passo será incluir o Tribunal de Justiça do Estado (TJE). “É um desafio muito grande esse, de integrar três órgãos. Tivemos que entender o cenário, definir a melhor plataforma, a melhor tecnologia a ser utilizada e desenvolver a solução”, explica Evandro Paes, gerente de Engenharia de Sistemas da Prodepa.

Para Adriana Bessa, procuradora da Dívida Ativa do Interior e Cobranças Não Tributárias, o novo sistema e outras ações de integração que estão sendo desenvolvidas estão mudando a forma de cobrança dessa dívida, trazendo mais benefício para o Estado. “Antes, as CDAs eram encaminhadas via ofício e era preciso digitar todas as informações no sistema. Considerando a quantidade de certidões, era uma missão bem complicada. Começamos a trabalhar nessa nova etapa e já sentimos uma diferença considerável na execução do trabalho. Teve uma remessa do que eles chamam de legado, com mais de 5.900 CDAs, das quais apenas 10% apresentaram algum problema e foram devolvidas à Sefa”, diz.

Quanto mais tempo se demora para cobrar uma dívida, menor é a probabilidade de recebê-la. Hoje, apenas 1% do montante é pago. Sem contar que a mesma força de trabalho empregada para a cobrança de mil créditos, por exemplo, o que demorava um mês, agora pode cobrar até dez mil créditos. “Quando o projeto estiver completo acredito que será uma revolução. Aumentando a eficiência na cobrança, poderemos obter um resultado melhor, com um percentual maior de pagamento e também de arrecadação”, comemora a procuradora.

“Estávamos com atraso de mais de um ano com o processo manual. Às vezes, quando finalmente se fazia a cobrança, a empresa nem existia mais. Íamos fazer a citação e descobríamos que ela não estava mais funcionando no local informado, nem conseguíamos encontrar os sócios. Mas reduzindo esse lapso temporal, a probabilidade de evitarmos essas situações é muito maior”, conta.

Segundo o cronograma oficial do Tribunal de Justiça do Estado, até maio de 2019 todas as comarcas dos 144 municípios paraenses estarão utilizando o Processo Judicial Eletrônico, ou seja, não precisarão mais de papel. Todas as ações serão ajuizadas por computador. “Hoje, o mais importante é essa integração, essa transmissão dos dados, que a Sefa nos envia diretamente e automaticamente já são processados pelo nosso sistema. Com alguns cliques conseguimos reproduzir a CDA. Isso nos deu um boom de produtividade. O que fazíamos em uma semana agora é feito em um único dia”, informa Michel Ribeiro, assistente da PGE.

Toda a cadeia de recuperação da dívida do Estado estará digitalizada e integrada, tanto no âmbito da gestão estadual, entre Sefa e PGE, quanto externamente, com relação ao TJE, otimizando tempo e economizando trabalho humano e recursos materiais. “Já sentimos isso hoje, pois já conseguimos fazer a revisão em tela e imprimir o material condensado, específico para cada comarca”, revela Michel.

O CDA-WS vai permitir acelerar a produção e, consequentemente, melhorar a efetividade das cobranças do Estado. Além de melhorar a qualidade do trabalho, o sistema reduz a possibilidade de falhas. “Como a nossa participação se resume mais à revisão dos processos, com a nova metodologia a possibilidade de inserirmos um dígito errado, por exemplo, é muito menor. O sistema vai mandar a petição eletronicamente para o Judiciário. No caso das comarcas do interior que ainda não utilizam o Processo Judicial Eletrônico, nós enviaremos a petição para o procurador, que a assinará e nos devolverá, para que a despachemos via Correios, por protocolo postal”, explica Sérgio Marinho, assessor da Procuradoria.

Tags: Certidão de Dívida Ativa Web Service (CDA-WS) PGE
Categorias: Notícias

TecSocial

Sectet - qua, 31/01/2018 - 11:09
31/01/2018

Cronograma de edital que seleciona projetos de tecnologias sociais é alterado

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) prorrogou os prazos do cronograma que consta no edital de chamamento público 006/2017, o qual pretende selecionar propostas de organizações da sociedade civil e/ou instituições de ensino, pesquisa e extensão com atuação no Estado interessadas em celebrar termo de repasse de recurso com o Governo do Pará com objetivo de executar projetos de Tecnologias Sociais voltados à melhoria da qualidade de vida das populações vulneráveis. O prazo de envio de propostas se encerrou no dia 30 de dezembro de 2017 e o prazo para  a publicação do resultado preliminar, que ocorreria nesta quarta-feira (31) foi estendido, foi prorrogado para o dia 05 de março, alterando assim as datas das etapas posteriores.

Por meio dessa seleção, a Sectet pretende colocar em prática as ações do Programa TecSocial, o qual coordena. O Programa considera como “Tecnologias Sociais” os produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, voltados ao uso comunitário, com vistas a promover a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida de seus usuários. O edital prorrogado salienta sete formas específicas dessas tecnologias: aquelas voltadas à captação, tratamento e distribuição de água para uso doméstico; tecnologias de saneamento básico; tecnologias sociais de manejo dos resíduos sólidos; tecnologias sociais voltadas à cadeia produtiva da biodiversidade; aquelas voltadas à pesca artesanal; além de softwares livres e tecnologias adequadas à gestão de pequenos empreendimentos; e outras tecnologias sociais que impulsionem o desenvolvimento socioeconômico do estado do Pará.

Serviço: Os cronograma prorrogado está disponível AQUI.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Alunos receberam os certificados de qualificação

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:32
Informações: 

Alunos recebem certificados de conclusão de cursos do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Inscrições abertas para cursos do Pará Profissional

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:30
Informações: 

Abertas inscrições para cursos oferecidos por meio do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Estado incentiva a formação de profissionais

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:24
Informações: 

Categorias: Notícias

Pará profissional dá uma força na profissionalização

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:22
Informações: 

Programa Pará Profissional é uma ferramenta que apoia a qualificação profissional.

VÍDEO

Categorias: Notícias

Pará Profissional abre vagas para qualificação em 20 municípios do Estado

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:19
Informações: 

Sectet abre inscrições para cursos oferecidos por meio do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Entrega de certificados para Batedores de Açaí

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:17
Informações: 

Governo do Pará, por meio da Sectet, e Prefeitura de Belém entregam certificados a batedores e vendedores de açaí que participaram de curso do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Sectet realiza oficina do Pará Profissional em Icoaraci

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:11
Informações: 

Sectet realiza oficina do Programa Pará Profissional, em Icoaraci, no intuito de captar as demandas de qualificação no distrito.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Curso para batedores e vendedores de açaí

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:07
Informações: 

ÁUDIO

VÍDEO

Categorias: Notícias

Início do segundo módulo do curso técnico em Açúcar e Álcool

Sectet - ter, 30/01/2018 - 11:01
Informações: 

O curso técnico em Açúcar e Álcool ocorre no município de Ulianópolis e faz parte das ações do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Indústria Mineral premia inovadores

Sectet - ter, 30/01/2018 - 10:50
Informações: 

Categorias: Notícias

Sectet em Ação #9 - Semana do Empreendedorismo Inovador em Altamira

Sectet - ter, 30/01/2018 - 10:43

Mais de 83% da produção de cacau no Pará está localizada na região do Xingu, sendo os municípios de Medicilândia, Uruará, Placas e Altamira os maiores produtores. Porém, a região ainda concentra seus esforços apenas na produção e exportação das amêndoas do cacau, com pouco estímulo à agregação de valor e à inovação na cadeia produtiva. Para tentar mudar esse cenário, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) organizou a “Semana do empreendedorismo inovador para a cadeia produtiva do cacau”, que ocorreu em dezembro de 2017, em Altamira. O evento, que reúne estudantes, empresários, agricultores e gestores públicos, celebra o início da implantação da Incubadora de Empresas do Xingu, que será instalada no Campus de Altamira da Universidade Federal do Pará (UFPA). O projeto é uma idealização da Sectet e conta com a parceria do Fundo de Apoio à Cacauicultura do Pará (FUNCACAU), da UFPA e do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX).

-----

Filmagem e Edição: Igor de Souza

Texto e Entrevistas: Igor de Souza

vídeo: 
Categorias: Notícias

Prodepa entrega prédio anexo à sede para melhor armazenamento de equipamentos de tecnologia

Prodepa - sex, 26/01/2018 - 12:26
26/01/2018 - 12:30

A Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa) inaugurou nesta sexta-feira (26) o novo Anexo ao Almoxarifado que abrigará equipamentos de grande porte como antenas, racks e nobreaks e cabos de fibra óptica. O antigo almoxarifado ficou pequeno para o tamanho do crescimento da Prodepa. O objetivo é facilitar o trabalho da equipe e garantir um melhor condicionamento dos equipamentos de tecnologia.

Com 660 metros quadrados, o novo prédio, feito com recursos próprios, teve um investimento de R$ 431.728,19 e foi construído no local onde ficava a antiga quadra de esportes já sem uso. Estiveram presentes no evento o presidente da Prodepa, Theo Pires, e o diretor Administrativo e Financeiro, Ernesto Lisboa, além dos funcionários da empresa.

Theo Pires falou dos futuros projetos de melhorias nas instalações da Prodepa e reforçou a importância da retomada de alguns projetos. “Vamos implantar um prolongamento da passarela entre o prédio da empresa e o anexo onde fica o restaurante para evitar que os funcionários peguem chuva. E também reformar e construir uma passarela entre o prédio principal e a entrada da Prodepa pela Augusto Montenegro”, afirmou.

Para o presidente este é um momento importante, pois a inauguração do anexo reforça o compromisso de toda a diretoria em dar qualidade de vida no trabalho aos servidores e melhor atender à população do estado do Pará. “Vimos a necessidade de armazenar com qualidade e segurança os equipamentos, os dispositivos que a Prodepa é hoje responsável pela implantação no estado. E ao mesmo tempo, estamos melhorando a infraestrutura dos municípios do interior e implantando em novas localidades. São desafios novos, tentando alavancar a missão da Prodepa de atender o governo do estado em benefício do cidadão, utilizando ferramentas de tecnologia da informação e comunicação, num cenário de contensão de despesas que é a realidade que enfrenta hoje no ambiente público no Brasil inteiro”, concluiu Pires.

Tags: Anexo Prodepa Almoxarifado
Categorias: Notícias

Alunos de São Miguel do Guamá são certificados pelo Pará Profissional

Sectet - qua, 24/01/2018 - 14:26
24/01/2018

Nesta terça-feira (23), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) realizou, em São Miguel do Guamá, a primeira certificação do ano aos alunos de duas turmas do Programa Pará Profissional. No total, foram certificados 17 concluintes do curso de Serviço de Garçom e Garçonete e 15 alunos do curso de Porteiro e Vigia. Os cursos tiveram o Senac como unidade executora.

 Na oportunidade, a servidora da Secretaria, Priscila Modesto, explanou sobre o programa que é um dos instrumentos de combate à desigualdade interregional no Estado por meio da qualificação profissional da mão de obra local. Ela ainda aproveitou para realizar o levantamento das demandas, junto ao público presente, de novos cursos a serem oferecidos na região.

 O Programa Pará Profissional, instituído pela Lei no. 8.427, de 16 de novembro de 2016, coordenado pela Sectet, já havia certificado 1.990 pessoas até o final de 2017. A expectativa da Secretaria para o primeiro semestre deste ano é a de que esse número chegue a 5 mil.

 Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Prazo para inscrições no Desafio InovaTur é prorrogado até 23 de março

Sectet - seg, 22/01/2018 - 10:48
22/01/2018

O prazo para a realização de inscrições no Desafio InovaTur 2018 foi prorrogado até o dia 23 de março. O objetivo da competição é buscar soluções tecnológicas inovadoras para o desenvolvimento de projetos direcionados à promoção do estado do Pará enquanto destino turístico.

O desafio é fruto de uma parceria entre Governo do Pará, por meio das Secretarias de Estado de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), com o Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá e a Agência de Inovação Tecnológica da UFPA (Universitec). Os organizadores planejam a realização de um workshop no PCT Guamá, ainda sem data definida, para que os inscritos e interessados possam amadurecer suas ideias por meio de palestras sobre o Plano Estratégico de Turismo “Ver-o-Pará” e sobre a elaboração de um plano de negócios, por exemplo.

A ideia de premiar soluções inovadoras que alavanquem o turismo paraense converge com o Programa Inova Pará, coordenado pela Sectet, o qual tem o intuito de levar a inovação às cadeias produtivas estratégicas do Estado para que este avance no seu crescimento e, até 2030, possa se equiparar à média do desenvolvimento nacional. Como o turismo é uma dessas cadeias estratégicas, a intenção do InovaTur é chamar os talentos que procurem aliar o conhecimento à inovação, além de posicionar o Pará como um dos principais destinos dentro do cenário nacional e internacional de turismo.

O Desafio InovaTur é aberto a estudantes, profissionais, entusiastas ou qualquer pessoa com interesse nos temas turismo, empreendedorismo e inovação. As três melhores propostas recebem premiação em dinheiro, no valor de R$ 10.000, 00 (dez mil reais) para o primeiro colocado; R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para o segundo; e R$ 3.000,00 (três mil reais) para o terceiro lugar. As propostas premiadas ainda receberão três meses de hospedagem no Espaço de Coworking do PCT Guamá, com apoio e orientações para amadurecer as ideias.

Serviço: As inscrições para Desafio InovaTur 2018 podem ser feitas até o dia 23 de março AQUI.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet inicia o projeto “Sextas com Ciência”

Sectet - seg, 22/01/2018 - 08:16
22/01/2018

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) iniciou nesta sexta-feira (19) uma série de debates sobre temas importantes que visam o desenvolvimento do Pará a partir do espírito inovador, da prática científica e do uso da tecnologia em favor da redução das desigualdades sociais. O projeto intitulado “Sexta com Ciência”, que será realizado mensalmente, sempre às sextas-feiras, trouxe na primeira edição o debate sobre o Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá) enquanto instrumento de desenvolvimento regional.

“O projeto surge para nivelar o conhecimento sobre os trabalhos realizados no âmbito da ciência, tecnologia e inovação pela Sectet e seus parceiros institucionais. O PCT Guamá é um deles e sintetiza muito bem a revolução pela produção, pela gestão e pelo conhecimento, algo que o Pará precisa para alavancar suas cadeias produtivas”, afirmou a secretária adjunta da Sectet, Maria Amélia Enríquez, durante a abertura do evento.

O PCT Guamá é o primeiro parque tecnológico a entrar em operação na Amazônia e  recebeu recursos do governo do Estado, por meio da Sectet, em parceria com o Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para sua construção e consolidação. Gerido, atualmente, pela Fundação Guamá, o Parque se caracteriza por ser um ambiente de estímulo ao empreendedorismo inovador, transformando conhecimento em negócios e serviços inovadores para a resolução de problemas da sociedade. 

Na 1ª “Sexta com Ciência”, o diretor-presidente da Fundação Guamá, Antônio Abelém, apresentou a história, as instalações, os serviços e as ações desenvolvidas pelo Parque nos últimos anos. “Nenhum outro parque tecnológico do Brasil possui os tipos de laboratórios que nós possuímos, e que se concentram nas áreas de biotecnologia, energia, tecnologia da informação e comunicação. Além disso, o PCT Guamá oferece mentorias com profissionais capacitados em gerar soluções e operacionalizar demandas junto às empresas”, explicou Antônio Abelém.

“Esse debate é muito importante para que possamos conhecer o trabalho de outros setores e instituições e, assim, unir esforços para estimular o espírito do empreendedorismo inovador no nosso estado, tendo o PCT Guamá como um dos principais parceiros nessa missão”, opinou a gerente de Ciência e Tecnologia da Sectet, Amarílis Dias.

Paralelo ao projeto “Sexta com Ciência”, a Sectet iniciou, também, o “Cesta Consciente”, uma ação social para arrecadar alimentos não perecíveis e outros materiais para doação a uma instituição de caridade, que será escolhida futuramente. A próxima edição do projeto ainda será agendada, mas já possui tema definido: o debate versará sobre a execução do Programa BioPará, que busca melhorar a gestão sustentável da biodiversidade no estado.

Texto e Foto: Igor de Souza (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Emater e Sectet se reúnem para definir sobre cursos para agricultores familiares

Sectet - qua, 10/01/2018 - 14:29
10/01/2018

Com o apoio estratégico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), agricultores familiares que trabalham com cadeias produtivas-chave da economia paraense serão qualificados não só em termos de tecnologia agrícola e veterinária, mas também sob a perspectiva de negócios e empreendedorismo, a partir do Pará Profissional, programa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet).

Uma reunião na manhã desta quarta-feira (10) com o diretor de educação profissional e tecnológica da Sectet, Luís Blasques,.encaminhou um projeto-piloto, cuja definição a Emater deve apresentar ainda este mês à Sectet, considerando metodologias, saberes do campo e possíveis gargalos operacionais.

"O projeto-piloto tem como base as nove cadeias produtivas que a Emater já trabalha pelo Pará 2030 e o próprio Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural Pública [Proater]. São todos programas de Governo do Estado integrados", resume o coordenador técnico da Emater Celso Puget.

"O Pará Profissional é uma política consistente e eficaz de formação profissional e tecnológica em todas as regiões paraenses, que incentiva as importâncias as da Amazônia, como cacau e mandioca. O objetivo é orientar em todas as fases, da produção à comercialização", aponta Luis Blasques.

Texto e foto: Ascom/Emater

Categorias: Notícias

Prazo para inscrições no Desafio InovaTur termina dia 20 de janeiro

Sectet - qua, 10/01/2018 - 12:55
10/01/2018

Termina, no próximo dia 20 de janeiro, o prazo para realizar as inscrições no Desafio InovaTur 2018. A competição tem o objetivo de buscar soluções tecnológicas inovadoras para o desenvolvimento de projetos direcionados à promoção do estado do Pará enquanto destino turístico. O desafio é fruto de uma parceria entre Governo do Pará, por meio das Secretarias de Estado de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), com o Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá e a Agência de Inovação Tecnológica da UFPA (Universitec).

A ideia de premiar soluções inovadoras que alavanquem o turismo paraense converge com o Programa Inova Pará, coordenado pela Sectet, o qual tem o intuito de levar a inovação às cadeias produtivas estratégicas do Estado para que este avance no seu crescimento e, até 2030, possa se equiparar à média do desenvolvimento nacional. Como o turismo é uma dessas cadeias estratégicas, a intenção do InovaTur é chamar os talentos que procurem aliar o conhecimento à inovação, além de colocar o Pará como um dos principais destinos dentro do cenário nacional e internacional de turismo.

A competição é aberta a estudantes, profissionais, entusiastas ou qualquer pessoa com interesse nos temas empreendedorismo e inovação com talento para o desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras. As três melhores propostas recebem premiação em dinheiro, no valor de R$ 10.000, 00 (dez mil reais) para o primeiro colocado; R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para o segundo; e R$ 3.000,00 (três mil reais) para o terceiro lugar. As propostas premiadas ainda receberão três meses de hospedagem no Espaço de Coworking do PCT Guamá, com apoio e orientações para amadurecer as ideias.

Serviço: As inscrições para Desafio InovaTur 2018 são gratuitas e podem ser feitas, até o dia 20 de janeiro, AQUI.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Páginas