• White/Preto
  • Padrão

Current Style: Padrão

Governo do Estado do Pará

Você está aqui:
Subscrever feed Sectet
Atualizado: 2 horas 21 minutos atrás

Primeira turma do curso Técnico em Saúde Bucal ofertado pela Sectet se forma em Belém

seg, 16/05/2022 - 15:21
16/05/2022

Na última sexta-feira (13), a primeira turma de Técnicos em Saúde Bucal, curso ofertado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceria com a Universidade Federal do Pará (UFPA), realizou a cerimônia de formatura. O curso obteve aproximadamente 1.300 pessoas inscritas, e apenas 40 foram selecionados, sendo a primeira turma pública do curso de TSB ofertada pelo Governo do Pará.

Após pouco mais de um ano e meio, e passando pelo período pandêmico, a turma concluiu o curso com 37 formandos, que celebraram e receberam seus diplomas em um evento realizado no auditório da Universidade da Amazônia (Unama).

“Foi uma experiência única, que mudou a minha vida. Eu adquiri muito conhecimento na área profissional, tive muita experiência no meu estágio também. Eu estou muito feliz neste momento e sou muito grata por ter participado do curso e ter chegado até aqui, até a formatura”, comemorou a agora Técnica em Saúde Bucal, Vanessa dos Santos.

O curso não impactou apenas na vida dos formandos, mas nas de suas famílias também, como conta Ana Selma Gonçalves, irmã e paraninfa do formando Manuel Francisco: “É muito gratificante um dia como hoje. É um curso que está no mercado, que vai abrir muitas portas. É muito gratificante também ver que a Sectet, em parceria com a UFPA, proporcionou o engajamento para que isso ocorresse. Quero agradecer aqui muito à equipe pedagógica também”, disse comovida.

O secretário adjunto da Sectet,  Adejard Cruz, representando a titula do órgão,  Edilza Fontes, presidiu a cerimônia e expressou a alegria de poder presenciar o evento, além de aconselhar os recém-formados: “É uma honra muito grande para nós, da Sectet, estar presente em um evento como este, porque é muito gratificante ver o trabalho e o investimento que está gerando frutos. Vocês não devem enxergar isso como um ponto de chegada, mas também como ponto de partida, porque acaba desbravando para vocês novas oportunidades. Gostaria de parabenizar vocês e desejar muito sucesso”, concluiu.

O curso de TSB ofertado pela Sectet é o primeiro a ser concluído dentre quatro outros que estão em andamento na Usina da Paz (UsiPaz)  da Cabanagem , em Belém; na do Icuí-Guajará, em Ananindeua; na de Nova União em Marituba; e no município de Mocajuba, onde as aulas começarão em breve.

O evento contou ainda com a organização do cerimonial dos alunos do curso técnico em Eventos, da Escola de Ensino Ténico do Estado do Pará (Eetepa) Anísio Teixeira, e com a banda da turma do curso de Música da Eetepa São Lucas, que colaboraram para tornar a cerimônia mais emocionante. As duas escolas fazem parte da rede de Eetepas coordenadas pela Sectet.

Texto: Roberta Cartágenes (estagiária de jornalismo da Detec/Sectet sob supervisão da Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Programa Forma Pará realiza prova em cinco municípios do Estado, neste domingo (15)

seg, 16/05/2022 - 10:14
16/05/2022

São ofertadas 190 vagas em cursos da Universidade Federal do Pará (UFPA). A lista com os aprovados está prevista para ser divulgada em 10 de junho próximo.

Foi aplicada, na tarde deste domingo (15), a prova do Processo Seletivo Especial (PSE) do programa Forma Pará em cinco municípios onde estão sendo ofertadas 190 vagas em cursos da Universidade Federal do Pará (UFPA). A lista com os aprovados está prevista para ser divulgada no dia 10 de junho.

"O Forma Pará é um programa do governo do estado, coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica, a Sectet. Ele leva o ensino superior aos municípios em parceria com as universidades e prefeituras. É por meio da educação que se promove o desenvolvimento. Essa é a minha convicção e a do governador Helder" , ressalta a titular da Sectet, Edilza Fontes.

A prova deste domingo faz parte da chamada 2022 do Forma Pará. Cerca de 2.100 candidatos se inscreveram no processo seletivo que é executado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp) nos municípios/distritos: Oeiras do Pará, 30 vagas no curso de Sistemas de Informação: Belém/Outeiro, 40 vagas em    Geoprocessamento; Curralinho, 40 vagas em História; Viseu, 40 vagas em Letras – Língua Inglesa; e Pacajá, 40 vagas em Agronomia.

Ferramenta importante 

Para Cleiton Arruda, 23, candidato a uma vaga do curso de História, em Curralinho, o programa é uma ferramenta extremamente importante para a região do Marajó, que necessita de profissionais com formação superior. "O Forma Pará veio suprir essa necessidade. Sou agradecido ao governo do estado e ao gestor do município por essa parceria que trouxe o programa para cá", destaca o estudante.

Raquel Brito, 39, é pedagoga e vê na oportunidade de fazer o curso de Letras - Língua Inglesa, em Viseu, a chance de aumentar sua área de atuação na educação. "O Forma Pará é a oportunidade batendo na porta.  É só agarrar. Nosso município está crescendo e precisa dessa formação. Que venham outros cursos", deseja a candidata.

Aos 49 anos, Flávia Freire vê na possibilidade de fazer o curso de Geoprocessamento, em Outeiro, a oportunidade de ter uma graduação e trabalhar na área. "A minha expectativa é  passar e estudar onde eu moro. Estou super feliz com essa possibilidade, pois esse é um curso bem abrangente e tem vários locais em que eu poderei trabalhar", vislumbra.

Chamada 2022

O processo seletivo da chamada 2022 do Forma Pará foi dividido em três etapas. No dia primeiro de maio foi realizada a prova para o preenchimento de 1.210 vagas. São 400 vagas em parceria com Universidade do Estado do Pará (Uepa) nos cursos de Fisioterapia (Conceição do Araguaia), Enfermagem (Bom Jesus do Tocantins, Rio Maria, São Sebastião da Boa Vista e Bragança),  Pedagogia (Marituba e Santo Antônio do Tauá), Letras – Libras (Marituba).

Pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), são 210 vagas: Arquitetura  e Urbanismo em Redenção e Canaã dos Carajás (40 vagas em cada); Geologia em Rondon do Pará (40 vagas); Medicina Veterinária em São Félix do Xingu (40 vagas); e Pedagogia em Tucuruí (50 vagas). E em parceria com a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) são 100 vagas com 50 alunos em cada turma do curso de Direito, em Alenquer, e Licenciatura em História, em Óbidos. O resultado definitivo deste processo está previsto para sair no dia 7 de junho.

No dia 29 de maio, ocorre a prova do processo seletivo que vai preencher as 150 vagas dos cursos que serão executados pelo Instituto Federal do Pará (IFPA). Os cursos ofertados são Tecnologia em Agroecologia, em Moju; Bacharelado em Agronomia, em Santa Maria das Barreiras; e Engenharia de Pesca, em Breu Branco. Cada um deles com 50 vagas.

Abrangência

O governador Helder Barbalho anunciou a ampliação do programa Forma Pará a todos os municípios paraenses. A previsão é que ainda neste semestre sejam publicados editais com oferta de vagas em cerca de 80 municípios, o que significa a universalização do Programa no estado. Em outubro do ano passado, o Forma Pará virou lei, o que permite a sua continuidade ao longo dos anos. Além disso, o Programa agora está apto a ofertar cursos de pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado).

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom / Sectet)

Categorias: Notícias

Usinas da Paz recebem ações do StartUP Pará

qui, 12/05/2022 - 13:56
12/05/2022

Oficinas foram realizadas nas usinas para auxiliar os interessados em edital do programa

Oficinas sobre criação, cadastro e submissão de projetos no programa Startup Pará foram realizadas nas Usinas da Paz (UsiPaz) dos bairros Icuí em Ananindeua, Nova União em Marituba e Cabanagem em Belém. Elas são complexos comunitários integrados ao programa estadual Territórios Pela Paz (TerPaz). Os encontros tiveram como objetivo auxiliar os interessados no edital 003/2022 Inova TerPaz.

Isabele Santos, 44 anos, moradora do conjunto Panorama, na Cabanagem, participou da programação na última quarta-feira (11). Ela trabalha com artesanato e pretende propor um projeto de produção de móveis e objetos decorativos com material reciclável, oferecendo capacitação e geração de renda para a comunidade, por meio de parcerias com escolas do bairro.

Tarciana Guimarães, 31 anos, também moradora da Cabanagem, esteve presente nas oficinas, e soube por meio de uma amiga sobre a oportunidade do StartUp Pará. A empreendedora trabalha na área da beleza e desenvolve um projeto com mulheres, com foco nas mães, com cursos livres de massagem, design de sobrancelha, alongamento de cílios, limpeza corporal, manicure, propondo alternativas de renda para o público feminino da área, e tem a intenção de inscrever a iniciativa na área de educação do Inova TerPaz.

“Devido eu ver a grande necessidade aqui no bairro, que muitas mães têm, que não podem sair para trabalhar, pois têm filhos. Eu poder chegar onde estão essas mães, ensiná-las e assim poder gerar uma fonte de renda pra elas, dentro de casa”, declarou.

Ao longo deste mês, foram três encontros nas UsiPaz, sendo o primeiro de divulgação do edital Inova TerPaz, com bate-papo para responder as dúvidas dos presentes. O segundo foi realizado nos laboratórios com instruções e o passo a passo para submeter as propostas na plataforma do StartUp Pará. E o último com orientações sobre a elaboração das ideias e projetos.

“Grande parte do público é direcionada para área de economia criativa, que é a parte de artesanato, gastronomia, de cultura, então essa parte é bastante intensa”, reforçou a articuladora da Fundação Guamá responsável pela execução técnica do programa, Ornela Bastos.

A assistente técnica da Fundação, Aurea Santos, ficou à frente da apresentação sobre a submissão das propostas. “O público foi bem participativo, trouxe muitas dúvidas, mostraram projetos voltados para a comunidade, muitos na área de artesanato, reciclagem e turismo. Percebi que estavam animados com a possibilidade de ter um investimento nas ideias e projetos que eles já vêm realizando”, pontuou.

Inova TerPaz

O edital do Inova TerPaz é mais uma oportunidade do programa do governo do estado StartUp Pará, que é desenvolvido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceria com a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e da Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá.

O referido edital é voltado para empreendedores com ideias, projetos e negócios de impacto que colaborem com o desenvolvimento socioeconômico nos bairros atendidos pelo TerPaz, e na estruturação de seus negócios de forma profissional e sustentável em áreas como tecnologia da informação, turismo, economia criativa, educação, e segurança pública.

As propostas selecionadas pela iniciativa irão receber, de forma gratuita, qualificação, suporte operacional, técnico e estratégico. Após as etapas de capacitação, os proponentes escolhidos poderão receber apoio financeiro de até 20.000 mil reais para o desenvolvimento de seus negócios.

As inscrições do edital encerram nesta sexa feira, 13 de maio, e podem ser feitas pelo site: https://startuppara.com.br/

Texto e fotos: Fundação Guamá

Categorias: Notícias

Termina nesta quinta (12) o prazo para inscrições nos cursos do Forma Pará em três municípios

qua, 11/05/2022 - 13:30
11/05/2022

A prova do processo seletivo especial será realizada em Moju, Breu Branco e Santa Maria das Barreiras no dia 29 de maio 

Encerra-se às 23h59 desta quinta-feira (12) o prazo para inscrições no processo seletivo para o preenchimento de 150 vagas de curso superior ofertados pelo Forma Pará, programa  do governo do estado desenvolvido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet). Os cursos, ofertados em parceria com o Instituto Federal do Pará (IFPA) e municípios, são: Tecnologia em Agroecologia, em Moju; Bacharelado em Agronomia, em Santa Maria das Barreiras; e Engenharia de Pesca, em Breu Branco. Cada um deles com 50 vagas.

As inscrições devem ser realizadas no site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), organizadora do processo. Podem se inscrever as pessoas que concluíram o ensino médio ou equivalente. O valor da taxa de inscrição é 20 reais que pode ser paga até sexta-feira (13).

Os candidatos que tiverem suas inscrições confirmadas realizarão prova objetiva e de redação no dia 29 de maio. Serão 35 questões de múltipla escolha, sendo quatro questões de cada uma das seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química e Biologia.  O resultado da seleção está previsto para o dia 24 de junho.

Serviço
Os interessados em se inscrever podem acessar o edital completo e o link de inscrição em: https://portalfadesp.org.br/?page_id=316.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)
Foto: Brena Marques (Ascom/Fadesp)

Categorias: Notícias

Candidatos concorrem a mais 190 vagas do Forma Pará no próximo domingo (15)

qua, 11/05/2022 - 11:12
11/05/2022

No próximo domingo (15), ocorre a prova do processo seletivo especial que irá preencher mais 190 vagas de cursos de nível superior em cinco municípios do estado por meio da chamada 2022 do Forma Pará. Programa do governo estadual, coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), o Forma Pará conta com a parceria das prefeituras municipais e das Instituições de Ensino Superior (IES) para ser realizado.

Desta vez, os candidatos concorrem às vagas nos cursos que serão executados pela Universidade do Federal do Pará (UFPA), que são: Sistema de Informação, em Oeiras do Pará (30 vagas); Geoprocessamento, no distrito de Outeiro (40 vagas); História, em Curralinho (40 vagas); Letras – Língua Inglesa, em Viseu (40 vagas); e Agronomia, em Pacajá (40 vagas).

A Prova de Conhecimentos (parte objetiva) será composta de 32 questões, de múltipla escolha, com cinco alternativas cada, para que o candidato escolha apenas uma delas. Tal prova será constituída de quatro questões de cada uma das seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química, Biologia e Literatura. Já a prova de Redação em Língua Portuguesa valerá dez pontos e consistirá na elaboração de texto em que serão avaliados os seguintes aspectos: fidelidade ao tema, objetividade, coesão, coerência, progressão discursiva e aderência à norma culta.

De acordo com o edital publicado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), organizadora do processo, candidatos que tenham cursado pelo menos um dos anos, ou estejam cursando o último ano do ensino médio no município/distrito em que o curso está sendo ofertado, ou que resida no município/distrito no qual o curso será ofertado há pelo menos um ano, a contar da data de publicação dos editais, terá um bônus de 10% na nota da prova objetiva.

Outras instituições

No dia 1 de maio, estudantes de 24 municípios também realizaram a prova do processo seletivo especial que visa preencher 1.210 vagas ofertadas pelo Forma Pará. Na ocasião, as vagas diziam respeito aos cursos serem executados por outras quatro IES públicas. Pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), foram ofertadas 400 vagas nos cursos de Bacharelado em Fisioterapia, em Conceição do Araguaia; Bacharelado em Enfermagem, em Bom Jesus do Tocantins, em  Rio Maria, em São Sebastião da Boa Vista e em Bragança; Licenciatura em Pedagogia em Marituba e em Santo Antônio do Tauá; Licenciatura em Letras – Libras, em Marituba. Cada um deles com 50 vagas.

Por meio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), foram ofertadas 500 vagas nos seguintes cursos e municípios, sendo 50 vagas em cada: Agronomia em Jacundá, Baião, Augusto Correa, Igarapé Açu, Xinguara, Limoeiro do Ajuru e Santana do Araguaia; Engenharia Florestal em Pacajá; Zootecnia em Vitória do Xingu; e Medicina Veterinária em Portel.

Já pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a chamada 2022 do Forma Pará ofertou 210 vagas nestes cursos e municípios: Arquitetura  e Urbanismo em Redenção e Canaã dos Carajás (40 vagas); Geologia em Rondon do Pará (40 vagas); Medicina Veterinária em São Félix do Xingu (40 vagas); e Pedagogia em Tucuruí (50 vagas). E pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) foram 100 vagas com 50 alunos em cada turma do curso de Direito, em Alenquer, e Licenciatura em História, em Óbidos. O resultado definitivo deste processo está previsto para sair no dia 7 de junho.

No dia 29 de maio, ocorre a prova do processo seletivo que vai preencher as 150 vagas dos cursos que serão executados pelo Instituto Federal do Pará (IFPA). Os cursos ofertados são Tecnologia em Agroecologia, em Moju; Bacharelado em Agronomia, em Santa Maria das Barreiras; e Engenharia de Pesca, em Breu Branco. Cada um deles com 50 vagas.

Universalização

No dia 7 de março, o governador Helder Barbalho anunciou que, até o meio deste ano, o Forma Pará estará presente em todos os 144 municípios do estado, o que significa a universalização do Programa, contando com os municípios já contemplados nas chamadas de 2019, 2020 e 2021. Em outubro do ano passado, o Forma Pará virou lei, o que permite a sua continuidade ao longo dos anos. Além disso, o Programa agora está apto a ofertar cursos de pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado).

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet realiza aula inaugural do curso Técnico em Mecânica de Aeronaves

seg, 09/05/2022 - 10:10
09/05/2022

Uma das 10 alunas do curso Técnico em  Mecânica de Aeronaves, Ana Clara Lopes de Araújo, 19 anos, se sente privilegiada em fazer parte da turma e garante que vai aproveitar a oportunidade com empenho. "Dou minha palavra que irei me esforçar,  me dedicar e fazer o meu nome", disse momentos antes de assistir à aula inaugural do curso realizada na noite desta sexta-feira (6), no auditório do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp).

O curso Técnico em Mecânica de Aeronaves é ofertado pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior,  Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceria com o Graesp e a Escola Paraense de Aviação Civil. Este é o primeiro curso de mecânica de aeronaves em nível técnico de iniciativa pública das regiões Norte e Nordeste.

Capacitação 
Representando a titular da Sectet,  Edilza Fontes, o diretor de Ensino Técnico e Tecnológico da Secretaria, José Leôncio Siqueira, destacou a importância do curso e o grau de empregabilidade dos profissionais ao final da formação. "O governador Helder Barbalho acredita que o ensino profissionalizante é o grande diferencial competitivo para o desenvolvimento econômico deste estado. Vocês serão grandes profissionais e muitos já sairão do curso empregados", disse o diretor.

O chefe de manutenção do Graesp, tenente-coronel Armando Silva e Souza, enfatizou a oportunidade ímpar que os alunos estão tendo. "Este é um curso de investimento considerável. O governo do estado enxergou a necessidade da aviação paraense e possibilitou a vocês essa formação que perpassa por várias áreas do conhecimento. Aproveitem ao máximo essa oportunidade que muitos não puderam ter", ressaltou.

A aula inaugural foi proferida por Carlos Maneschy, formado em engenharia mecânica e professor da Universidade Federal do Pará. "Esse curso é carregado de grande simbolismo. É uma oportunidade singular de capacitação que vai permitir a vocês alterarem o curso da realidade que é o desemprego, um dos problemas do país que o Governo do Pará enfrenta ofertando formação à sua população", enfatizou o professor Maneschy.

Seleção
Os alunos selecionados passaram por um processo de seleção em que se inscreveram 473 candidatos. Depois da análise de documentos,  120 foram chamados para entrevista e 50 foram aprovados.  O curso é ministrado pela Escola de Aviação Civil e tem duração de dois anos e seis meses.

Texto e fotos: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Credenciamento especializações no Forma Pará: inscrições prorrogadas

qui, 05/05/2022 - 15:55
05/05/2022

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) prorroga até o próximo dia 13 de maio o período de inscrições de credenciamento de Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas para a oferta de cursos de pós-graduação latu sensu (especializações) dentro do Programa Forma Pará.

O prazo, que se encerraria nesta sexta-feira (6), foi estendido devido solicitações de IES que estão providenciando as documentações exigidas no Edital de Credenciamento 19/2022. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail pos.formapara@sectet.pa.gov.br até as 23h59 do dia 13 de maio com o envio de todos os documentos exigidos no edital.

O extrato com a prorrogação e novo cronograma do edital será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta sexta-feira (6). Confira o edital AQUI.

 

Categorias: Notícias

Forma Pará prorroga inscrições para o processo seletivo do dia 29

qui, 05/05/2022 - 11:05
05/05/2022

Foram prorrogadas, até o dia 12 de maio, as inscrições para a prova do processo seletivo especial que irá preencher mais 150 vagas de cursos de nível superior em três municípios do estado, por meio do Forma Pará. Programa do governo estadual, coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), o Forma Pará conta com a parceria das prefeituras municipais e das Instituições de Ensino Superior (IES) para ser realizado.

O referido edital diz respeito aos cursos que serão executados pelo Instituto  Federal do Pará (IFPA). Os cursos ofertados são Tecnologia em Agroecologia, em Moju; Bacharelado em Agronomia, em Santa Maria das Barreiras; e Engenharia de Pesca, em Breu Branco. Cada um deles com 50 vagas.

Como se inscrever

Para ter acesso ao edital completo e se inscreverem para realização da prova, os interessados devem acessar o site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), organizadora do processo. Podem se inscrever todos aqueles que já concluíram o ensino médio ou equivalente. Candidatos que tenham cursado pelo menos um dos anos, ou estejam cursando o último ano do ensino médio no município/distrito em que o curso está sendo ofertado, ou que resida no município/distrito no qual o curso será ofertado há pelo menos um ano, a contar da data de publicação dos editais, terá um bônus de 10% na nota da prova objetiva. O valor da taxa de inscrição é 20 reais.

A prova de conhecimentos (parte objetiva) será composta de 35 questões, de múltipla escolha, com quatro alternativas cada, para que o candidato escolha apenas uma delas. Tal prova será constituída de quatro questões de cada uma das seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química e Biologia. Já a prova de redação em Língua Portuguesa valerá dez pontos e consistirá na elaboração de texto em que serão avaliados os seguintes aspectos: fidelidade ao tema, objetividade, coesão, coerência, progressão discursiva e aderência à norma culta. A data prevista para realização da prova permanece 29 de maio.

Outras instituições

No dia 15 de maio, será a vez dos estudantes realizarem a prova do processo seletivo especial que vai preencher as 190 vagas dos cursos que serão executados pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Os cursos ofertados são Sistema de Informação, em Oeiras do Pará (30 vagas); Geoprocessamento, no distrito de Outeiro (40 vagas); História, em Curralinho (40 vagas); Letras – Língua Inglesa, em Viseu (40 vagas); e Agronomia, em Pacajá (40 vagas).

Já no dia 1 de maio ocorreram as provas do processo seletivo para o preenchimento de  outras 1.210 vagas ofertadas pelo Forma Pará em 24 municípios. Pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), foram ofertadas 400 vagas nos cursos de Bacharelado em Fisioterapia, em Conceição do Araguaia; Bacharelado em Enfermagem, em Bom Jesus do Tocantins, em  Rio Maria, em São Sebastião da Boa Vista e em Bragança; Licenciatura em Pedagogia em Marituba e em Santo Antônio do Tauá; Licenciatura em Letras – Libras, em Marituba. Cada um deles tem 50 vagas.

Por meio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), foram 500 vagas nos seguintes cursos e municípios, sendo 50 vagas em cada: Agronomia em Jacundá, Baião, Augusto Correa, Igarapé Açu, Xinguara, Limoeiro do Ajuru e Santana do Araguaia; Engenharia Florestal em Pacajá; Zootecnia em Vitória do Xingu; e Medicina Veterinária em Portel.

Já pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a chamada 2022 do Forma Pará ofertou 210 vagas nestes cursos e municípios: Arquitetura  e Urbanismo em Redenção e Canaã dos Carajás (40 vagas); Geologia em Rondon do Pará (40 vagas); Medicina Veterinária em São Félix do Xingu (40 vagas); e Pedagogia em Tucuruí (50 vagas). E pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) foram 100 vagas com 50 alunos em cada turma do curso de Direito, em Alenquer, e Licenciatura em História, em Óbidos.

Universalização

No dia 7 de março, o governador Helder Barbalho anunciou que, até o meio deste ano, o Forma Pará estará presente em todos os 144 municípios do estado, o que significa a universalização do Programa, contando com os municípios já contemplados nas chamadas de 2019, 2020 e 2021. Em outubro do ano passado, o Forma Pará virou lei, o que permite a sua continuidade ao longo dos anos. Além disso, o Programa agora está apto a ofertar cursos de pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado).

Serviço
Os interessados em se inscreverem para a prova do dia 29 podem acessar o edital completo e o link de inscrição em: https://portalfadesp.org.br/?page_id=316.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Curso EAD

ter, 03/05/2022 - 09:23
03/05/2022

Sectet abre inscrições para o curso: “Matemática aplicada no cotidiano do trabalho”

Estão abertas as inscrições para o curso “Matemática aplicada no cotidiano do trabalho”, promovido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), por meio da Diretoria de Educação Profissional e Tecnológica.  O curso foi elaborado para atender aos profissionais e estudantes que desejam aperfeiçoar suas técnicas, conhecimento e habilidades sobre a área da Matemática Financeira, Aritmética e Geometria e demais assuntos correlacionados à temática, a fim de que possam identificar situações do cotidiano que envolva os conceitos do conhecimento matemático, bem como desenvolver a capacidade de resolução de problemas do dia-a-dia.

O curso é gratuito e será ofertado na modalidade a distância, em Ambiente Virtual de Aprendizagem/Plataforma Moodle, com carga horária total de 48h, com flexibilidade e comodidade para que o aluno estude a qualquer hora. O curso é autoinstrucional, sem tutoria e oferecerá oportunidade de certificação para os que concluírem os créditos. Para aprovação, o aluno deverá obter conceito mínimo de 60% de aproveitamento nas atividades.

Serviço:

Curso a distância em “Matemática aplicada no cotidiano do trabalho”

Inscrição: a partir de 03/05/2022

Mais informações no e-mail: coeadsectet@gmail.com, ou pelo telefone (91) 4009-2540.

Inscreva-se em: http://ead.sectet.pa.gov.br

Categorias: Notícias

Alunos de oitos cursos técnicos das Eetepas comemoram formatura

seg, 02/05/2022 - 15:14
30/04/2022

Na última sexta-feira (29), as Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará (Eetepas) Magalhães Barata e Deodoro de Mendonça celebraram a formatura de mais de oito turmas de cursos técnicos.

Os alunos concluintes dos cursos técnicos em Edificações, Eletrônica, Eletrotécnica, Mecânica e Segurança do Trabalho, pela Eetepa Magalhães Barata, e em Administração, Segurança do Trabalho e Informática, pela Eetepa Deodoro de Mendonça, receberam seus diplomas, realizaram juramentos e homenagearam os professores, coordenadores e diretores, junto aos seus familiares e amigos.

Diane Sampaio, mãe da formanda do curso de Segurança do Trabalho, Emanuele Sampaio, expressou a profunda alegria e satisfação em ver sua filha concluindo o curso: “ Eu sempre quis que ela se formasse, porque para uma mãe, é muito orgulho ver sua filha se formando, e hoje eu só tenho a agradecer.”, disse emocionada.

As turmas enfrentaram diversos desafios nessa jornada, principalmente diante do período de pandemia. A adaptação do ensino online, as dificuldades financeiras e o medo do vírus foram parte da caminhada, mas não fizeram com que os alunos desistissem: “Eu lutei muito por esse curso, não desisti nunca. Fui assaltado, levaram tudo que eu tinha, mas não desisti. Ia ao colégio, perguntava para a professora, tirava minhas dúvidas, e agora estou aqui, me formando”, conta o concluinte do curso técnico em Segurança do Trabalho, Paulo Cordeiro.

O coordenador de Educação Profissional e Tecnológica da Sectet, José Pereira Neto, aconselhou os novos técnicos sobre a entrada no mercado de trabalho: “Se vocês se dedicarem, se vocês derem o melhor de vocês, se vocês respeitarem o próximo e se respeitarem, vocês alcançarão lugares que vocês nem imaginam”, ressaltou, também parabenizando as equipes pedagógicas e os alunos.

As cerimônias firmaram um novo ciclo para mais de oito turmas de técnicos, que estão ansiosos para entrar no mercado de trabalho e exercerem a profissão que escolheram com sucesso.

Texto e fotos: Roberta Cartágenes (estagiária de jornalismo da Detec/Sectet sob supervisão da Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Forma Pará: candidatos em busca do sonho do curso superior

seg, 02/05/2022 - 11:36
02/05/2022

Realização de um sonho. Foi esta a resposta da maioria dos estudantes de 24 cidades ao serem questionados sobre a oportunidade de fazerem um curso de nível superior onde moram. A interrogação foi feita pelos técnicos da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), coordenadora do Programa Estadual Forma Pará. Eles acompanharam a realização da prova do processo seletivo especial da chamada 2022 do programa ocorrida neste domingo (1).

Lançado em 2019, o Forma Pará é uma ação do Governo estadual que tem intuito de aumentar a oferta de cursos superiores no estado, unindo esforços com as Instituições Ensino Superior (IES) presentes e com as prefeituras municipais.

O certame deste domingo, organizado pela  Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), visa preencher 1.210 vagas  ofertadas pelo Forma Pará que serão executadas por meio da Universidade do Estado do Pará (Uepa), da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). 

Futuro

Para Pâmella de Azevedo, 30 anos,  candidata a uma das vagas do curso de Licenciatura em História, ofertado em Óbidos, esta é a oportunidade para muitas pessoas mudarem de vida. "Para aqueles que passarem é uma grande oportunidade de serem os novos historiadores do município. É  um leque que se abre na vida das pessoas para que possamos buscar conhecimento e oportunidades maiores para o nosso futuro, para o futuro de nossos filhos e daqueles que amamos", pontuou.

Por falar em futuro, o pai da candidata Letícia Marinho de 17 anos, Nilson Alves, não poupou esforços para levar a filha ao município em que faria a prova que a ajudará a realizar o desejo de ser agrônoma. Eles viajaram 145 km de Ourilândia do Norte até Xinguara, onde a estudante tenta uma vaga no curso ofertado pelo Forma Pará.

"Pai e mãe querem isso para os filhos: um curso superior que é importante na vida de qualquer pessoa. Por isso, incentivamos tanto", explicou.

Para Soraia Murad, que concorreu a uma das vagas de Enfermagem em Rio Maria, fazer um curso superior em sua cidade é algo esperado há muito tempo. "É um anseio de muitas pessoas de mais idade como eu que não tiveram a oportunidade de fazer um curso superior. Fico muito feliz e grata porque é um privilégio para o nosso município ser contemplado com este curso", comemorou.

Universalização

A titular da Sectet e gestora do Forma Pará, Edilza Fontes, fez questão de acompanhar o processo de perto e esteve no município de Bragança para desejar boa sorte aos quase 4 mil candidatos que tentaram uma vaga de Enfermagem.

"Nós estamos em Bragança hoje porque de todos os cursos ofertados foi o que mais teve inscrições, sendo o mais concorrido, foram 57 candidatos para uma vaga", explicou. 

Ela falou ainda sobre a universalização do programa, anunciada pelo governador Helder Barbalho em evento ocorrido no dia 7 de março. "Um pedido do governador é que a Sectet antecipe a universalização, que é levar o Forma Pará aos 144 municípios do estado. Isso ocorreria só em 2023, mas estamos antecipando. Por isso,  em 2022, vamos fazer dois processos seletivos. O próximo ocorrerá no final de junho", revelou a Secretária.

Cursos e municípios

Ao todo, o processo teve mais de 20 mil inscritos. Pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), foram ofertadas 400 vagas nos cursos de Bacharelado em Fisioterapia, em Conceição do Araguaia; Bacharelado em Enfermagem, em Bom Jesus do Tocantins, em  Rio Maria, em São Sebastião da Boa Vista e em Bragança; Licenciatura em Pedagogia em Marituba e em Santo Antônio do Tauá; Licenciatura em Letras – Libras, em Marituba. Cada um deles tem 50 vagas.

Por meio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), foram 500 vagas nos seguintes cursos e municípios, sendo 50 vagas em cada: Agronomia em Jacundá, Baião, Augusto Correa, Igarapé Açu, Xinguara, Limoeiro do Ajuru e Santana do Araguaia; Engenharia Florestal em Pacajá; Zootecnia em Vitória do Xingu; e Medicina Veterinária em Portel.

Já pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a chamada 2022 do Forma Pará ofertou 210 vagas nestes cursos e municípios: Arquitetura  e Urbanismo em Redenção e Canaã dos Carajás (40 vagas); Geologia em Rondon do Pará (40 vagas); Medicina Veterinária em São Félix do Xingu (40 vagas); e Pedagogia em Tucuruí (50 vagas). E pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) foram 100 vagas com 50 alunos em cada turma do curso de Direito, em Alenquer, e Licenciatura em História, em Óbidos. 

No dia 15 de maio, será a vez dos estudantes realizarem a prova do processo seletivo especial que vai preencher as 190 vagas dos cursos que serão executados pela Universidade do Federal do Pará (UFPA). Os cursos ofertados são Sistema de Informação, em Oeiras do Pará (30 vagas); Geoprocessamento, no distrito de Outeiro (40 vagas); História, em Curralinho (40 vagas); Letras – Língua Inglesa, em Viseu (40 vagas); e Agronomia, em Pacajá (40 vagas).

Inscrições abertas

No dia 20 de abril, o Forma Pará abriu ainda inscrições para a prova do processo seletivo que irá preencher mais 150 vagas em três municípios. O novo edital diz respeito aos cursos que serão executados pelo Instituto  Federal do Pará (IFPA). Os cursos ofertados são Tecnologia em Agroecologia, em Moju; Bacharelado em Agronomia, em Santa Maria das Barreiras; e Engenharia de Pesca, em Breu Branco. Cada um deles com 50 vagas. As inscrições podem ser feitas até o dia 5 de maio no site Fadesp, organizadora de todos os processos. A data prevista para realização da prova é 29 de maio.

Serviço:

Os interessados em se inscrever no processo seletivo Forma Pará/IFPA podem acessar o edital completo e o link de inscrição em: https://portalfadesp.org.br/?page_id=316.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

 

 

Categorias: Notícias

Enfermagem, em Bragança, é o curso mais concorrido na prova do Forma Pará do próximo domingo (1)

sex, 29/04/2022 - 11:44
29/04/2022

Enfermagem, em Bragança, com 57,06 candidatos para uma vaga é o curso mais concorrido do processo seletivo do Forma Pará que ocorre no próximo domingo (1). Ao todo mais de 20 mil candidatos se inscreveram para realização da prova que selecionará os estudantes para preencher as 1210 vagas ofertadas pelo programa em 24 municípios que agora terão cursos superiores executados pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

Lançado em 2019, o Forma Pará é uma ação do Governo do Estado, coordenada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet). O intuito é aumentar a oferta de cursos superiores, unindo esforços do Governo do Pará com as Instituições de Ensino Superior (IES) presentes no estado e com as prefeituras municipais.

A Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), que é a organizadora do certame, divulgou a concorrência de todos os cursos nessa quinta-feira (28). Depois de Enfermagem, o segundo curso mais concorrido é Pedagogia, em Marituba, com 26,9 candidatos para uma vaga; seguido por Direito, em Alenquer, com 24,60 candidatos para uma vaga.

Os estudantes que irão realizar a prova terão que responder a 35 questões, sendo cinco de cada uma das seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química e Biologia. Já a prova de Redação em Língua Portuguesa valerá dez pontos e consistirá na elaboração de texto em que serão avaliados os seguintes aspectos: fidelidade ao tema, objetividade, coesão, coerência, progressão discursiva e aderência à norma culta.

Candidatos que tenham cursado pelo menos um dos anos, ou estejam cursando o último ano do ensino médio no município/distrito em que o curso está sendo ofertado, ou que resida no município/distrito no qual o curso será ofertado há pelo menos um ano, a contar da data de publicação dos editais, terá um bônus de 10% na nota da prova objetiva.

Cursos e municípios

Pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), são ofertadas 400 vagas nos cursos de Bacharelado em Fisioterapia, em Conceição do Araguaia; Bacharelado em Enfermagem, em Bom Jesus do Tocantins, em Rio Maria, em São Sebastião da Boa Vista e em Bragança; Licenciatura em Pedagogia em Marituba e em Santo Antônio do Tauá; Licenciatura em Letras – Libras, em Marituba. Cada um deles tem 50 vagas.

Por meio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), são ofertadas 500 vagas nos seguintes cursos e municípios, sendo 50 vagas em cada: Agronomia em Jacundá, Baião, Augusto Correa, Igarapé Açu, Xinguara, Limoeiro do Ajuru e Santana do Araguaia; Engenharia Florestal em Pacajá; Zootecnia em Vitória do Xingu; e Medicina Veterinária em Portel.

Já pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a chamada 2022 do Forma Pará oferta 210 vagas nestes cursos e municípios: Arquitetura  e Urbanismo em Redenção e Canaã dos Carajás (40 vagas); Geologia em Rondon do Pará (40 vagas); Medicina Veterinária em São Félix do Xingu (40 vagas); e Pedagogia em Tucuruí (50 vagas). E pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) serão 100 vagas com 50 alunos em cada turma do curso de Direito, em Alenquer, e Licenciatura em História, em Óbidos.

Próximas provas

No dia 15 de maio, será a vez dos estudantes realizarem a prova do processo seletivo especial que vai preencher as 190 vagas dos cursos que serão executados pela Universidade do Federal do Pará (UFPA). Os cursos ofertados são Sistema de Informação, em Oeiras do Pará (30 vagas); Geoprocessamento, no distrito de Outeiro (40 vagas); História, em Curralinho (40 vagas); Letras – Língua Inglesa, em Viseu (40 vagas); e Agronomia, em Pacajá (40 vagas).

Já, no dia 29 de maio, são os candidatos aos cursos a serem executados pelo Instituto  Federal do Pará (IFPA) que realizarão a prova. Os cursos ofertados são Tecnologia em Agroecologia, em Moju; Bacharelado em Agronomia, em Santa Maria das Barreiras; e Engenharia de Pesca, em Breu Branco. Cada um deles com 50 vagas. As inscrições para este processo ainda estão abertas. Os interessados podem acessar o site da Fadesp e se inscrever até o dia 5 de maio.

Serviço – Para ter acesso aos quadros completos de demandas por vagas, os candidatos devem acessar o www.portalfadesp.org.br  e ir no link de concursos em andamento.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Resultado

qui, 28/04/2022 - 16:51
28/04/2022

Confira a lista de selecionados para o curso técnico em mecânica de aeronaves

RESULTADO

Categorias: Notícias

Evento reúne representantes dos municípios para esclarecer sobre edital do StartUp Pará

qui, 28/04/2022 - 14:58
28/04/2022

Na tarde dessa quarta-feira (27), representantes dos municípios paraenses tiveram a oportunidade de esclarecer suas dúvidas sobre a chamada nº 010/2022 do programa StartUp Pará durante o evento “StartUp por todo o Pará”, ocorrido em um espaço de coworking no centro de Belém.

O programa é uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet),  da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e da Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá.

A chamada nº 010/2022 é voltada para a seleção pública de parceiros operacionais municipais para apoio à criação de empreendimentos inovadores. O objetivo é reforçar a estruturação e a consolidação dos Sistemas Municipais de Inovação, de acordo com as estratégias do ecossistema estadual de inovação.

Para o Secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Goianésia do Pará, Paulo Silva, o evento foi bastante esclarecedor. “O evento veio tirar as dúvidas sobre o edital, é muito importante para que possamos chegar aos municípios e apresentar nossas propostas. Este encontro clareou as dúvidas e agora poderemos dar prosseguimento às inscrições, os municípios estavam carecendo deste apoio”, ressaltou.

A coordenadora do programa StartUp Pará, Maria Trindade, também avaliou de maneira positiva o evento. “Como nós vimos que não estavam nos procurando e o edital é muito genérico, resolvemos realizar este encontro e foi muito interessante com a participação do público e suas dúvidas, é um processo para os empreendedores, para os gestores enxergarem as possibilidades, até para o município com a possibilidade de acessar esse recurso”, pontuou.

Os municípios interessados devem apresentar apenas uma proposta, formalizada por meio de carta de manifestação de interesse assinada pelo prefeito ou prefeita. Serão destinados até R$ 1 milhão por município e até R$ 50 mil por empresa, mais o valor proporcional à contrapartida municipal.

Serviço: A íntegra do edital está disponível na plataforma https://startuppara.com.br/ e as inscrições podem ser feitas até o próximo dia 6 de maio.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Curso Técnico em Saúde Bucal tem início na UsiPaz Cabanagem

qua, 27/04/2022 - 15:42
27/04/2022

Determinadas a aproveitar ao máximo a oportunidade, as jovens Adriely Colaço, 21, e Letícia Moares, 25, chegaram meia hora antes do horário marcado para a aula inaugural do curso Técnico em Saúde Bucal (TSB) realizada no início da noite desta terça-feira (26) no Teatro na Usina da Paz da Cabanagem, em Belém.

O curso é ofertado pelo governo do estado por meio do Programa Territórios Pela Paz (TerPaz) e executado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceria com a Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Representando a titular da Sectet, Edilza Fontes, o coordenador de Ensino Técnico e Tecnológico da secretaria, José Pereira Neto, destacou a importância da realização do curso TSB na Usipaz Cabanagem. “Aproveitem o curso para transformar a vida de vocês. Nós, enquanto governo do estado, estamos aqui para proporcionar oportunidade de formação e qualificação profissional como forma de inclusão, que, consequentemente, leva à maior segurança social”, disse o coordenador. Ele destacou o Programa TerPaz, coordenado pela Secretaria estratégica de Articulação da Cidadania (Seac).

O coordenador curso de Odontologia da UFPA, Erick Pedreira, enfatizou o empenho da equipe em proporcionar um curso de qualidade, preparando os profissionais para o mercado de trabalho. “Não há outro caminho para um futuro melhor que não seja pela educação. O curso vai proporcionar a vocês condições de terem uma profissão digna e com ela garantir o sustento de vocês e suas famílias”, destacou Erick Pedreira.

Oportunidade – Os 40 alunos do curso passaram por um processo de seleção que teve cerca de 400 inscritos. Adriely Colaço tomou conhecimento do curso por meio das redes sociais da Sectet e madrugou na UsiPaz Cabanagem para se inscrever. 

“Fui uma das primeiras da fila, passei por todas as fases da seleção e ficava ligando a todo instante para a secretaria para saber quando as aulas começariam. Essa oportunidade é maravilhosa e estou com a expectativa a mil”, disse sem esconder a ansiedade. Ela tem a intenção de entrar no mercado como técnica e depois fazer a faculdade de odontologia.

Letícia Moraes contou que o interesse pela área vem da experiência da mãe dela que trabalha no serviço de saúde bucal da prefeitura de Belém. Foi pela mãe que Letícia soube da oferta do curso pelo governo do estado.

“Eu tinha vontade de fazer o curso, mas não tinha condições de pagar. As minhas expetativas são as melhores possíveis. Quero ingressar logo no mercado de trabalho, pois essa área é muito boa. Esta é uma oportunidade incrível”, destacou a estudante.

O curso tem a duração de 18 meses, com aulas teóricas e práticas acompanhadas por professores da UFPA. Esta é a terceira turma de TSB ofertada pela Sectet/UFPA. Nesta quarta-feira (27) à noite terá início o curso para a quarta  turma, na UsiPaz de Marituba.

Texto e fotos: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

 

Categorias: Notícias

Submissões

qua, 27/04/2022 - 09:17
27/04/2022

StartUP Pará Mulher recebe 69 projetos de 17 municípios

A chamada vai qualificar até 20 iniciativas lideradas por mulheres, oferecendo até R$ 80 mil para os projetos finalistas

O edital StartUP Pará Mulher - nº 008/2022 - recebeu 69 submissões de projetos, com a adesão de propostas oriundas de 17 municípios paraenses. As inscrições foram encerradas na última segunda-feira (25). As principais áreas de atuação dos projetos submetidos foram Economia Criativa, com 42% das propostas enviadas; Tecnologia da Informação (13%); Bioeconomia (10%); Educação (10%) e Turismo (4%).

Belém responde por 38% das propostas, seguida por Santarém e Itaituba (9%), Paragominas, Castanhal e Altamira (4%). O edital prevê a seleção de até 20 propostas para o recebimento de qualificação técnica. Dessas, até 15 poderão receber apoio financeiro de no máximo R$ 80 mil.

“No intuito de incentivar o desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras para bens, serviços ou processos, o edital StartUP Pará Mulher vem contribuir para o aumento da representatividade feminina, além da inserção e seu protagonismo no universo da inovação, da tecnologia, no empreendedorismo estadual e na transformação da sociedade”, explicou a coordenadora do programa, Maria Trindade.

As propostas em condições de escalar o seu modelo de negócio poderão receber apoio técnico em treinamentos, capacitações e rodadas de pitches na etapa de avaliação e apoio financeiro por subvenção - não reembolsável -, na etapa final.

“O StartUP Pará traz várias iniciativas de apoio para os diferentes públicos e empreendedores, criando possibilidades e oportunidades de avanços e interação no ecossistema estadual de inovação, bem como revolucionando o mercado e contribuindo para o aumento da competitividade entre as empresas paraenses. Em relação aos benefícios qualitativos disponibilizados aos empreendedores gera maior segurança para a execução das propostas no mercado”, enfatizou Maria Trindade.

Os alvos da chamada foram Bioeconomia, Biotecnologia, Educação, Turismo, Tecnologia da Informação e Economia Criativa — com abrangência nas áreas de artesanato, cinema e vídeo, arte digital, arquitetura, cultura alimentar/gastronomia, design de moda e estética.

O resultado preliminar da etapa de enquadramento das propostas, em que o comitê irá avaliar se a documentação enviada está de acordo com os termos do edital, será divulgado a partir de 11 de maio próximo.

Inovação - Iniciativa do Governo do Pará para auxiliar o desenvolvimento de projetos e empresas inovadoras, o StartUP Pará é realizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá, instituição que administra o Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, em Belém.

Mais informações sobre o programa no site https://startuppara.com.br/

Texto: Juliane Frazão (Ascom/PCTGuamá)

Categorias: Notícias

StartUp Pará

ter, 26/04/2022 - 12:20
26/04/2022

Startup Pará inicia etapa de qualificação dos participantes

Empreendedores de Belém e outros municípios paraenses vão receber capacitação por três meses

Uma nova etapa de qualificação das propostas selecionadas na segunda chamada do StartUP Pará, programa do Governo do Estado que auxilia o desenvolvimento de ideias e empresas inovadoras, teve início na última segunda-feira (25). A iniciativa é desenvolvida pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet).

No total, 79 projetos de Belém e outros dezesseis municípios do estado participam dessa etapa, sendo 50 na modalidade Novos Negócios, com propostas de produtos inovadores apresentados por pessoas físicas, e outras 29 ideias na modalidade Aceleração, com soluções de base tecnológica de pequenas empresas paraenses.

Nas primeiras semanas, os participantes poderão tirar dúvidas e receberão esclarecimentos sobre a fase de qualificação do programa. Serão encontros para analisar as propostas e discutir o nível de desenvolvimento e a realidade das ideias inovadoras e dos pequenos negócios que foram selecionados. Workshops, assessorias contábeis e de licenciamento ambiental também estão no cronograma das primeiras reuniões.

Para a coordenadora do programa, Maria Trindade, o ciclo de qualificação é um diferencial do programa para os empreendedores, representa uma jornada com suporte de profissionais que são referência no mercado. “Todas essas atividades irão ajudar com dicas do que fazer e como melhorar as propostas, fazendo com que o negócio avance várias etapas evitando vários erros nessa jornada, e que a proposta tenha maior sucesso no mercado”, afirma.

A etapa de capacitação dos selecionados é classificatória e seguirá por três meses, com dois encontros semanais, nos quais os proponentes participarão de cursos, oficinas, atividades presenciais e on-line, e ainda receberão orientações técnicas de especialistas; são mentorias individuais e coletivas, nas áreas temáticas do programa. 

Outros benefícios são a rede de contatos, estimulando as conexões com o empreendedorismo do Pará e do Brasil, além de ferramentas, métodos e infraestrutura para transformar ideias em produtos com potencial no mercado.

O período de qualificação do Startup Pará tem como objetivo aprofundar o conhecimento sobre os negócios e suas reais condições de desenvolvimento. Ao final desta etapa, os participantes serão avaliados por representantes da Sectet, de consultores e especialistas convidados.

Texto: Juliane Frazão (Ascom/PCTGuamá)

 

Categorias: Notícias

Forma Pará realiza prova para o preenchimento de 1210 vagas

seg, 25/04/2022 - 10:34
25/04/2022

Mais de 20 mil inscritos concorrem às vagas de nível superior ofertadas pela chamada 2022 do programa

No próximo dia 1 de maio, mais de 20 mil candidatos realizarão a prova do processo seletivo especial do Forma Pará para o preenchimento de 1.210 vagas nos cursos de nível superior ofertados pelo programa em 24 municípios por meio da Universidade do Estado do Pará (Uepa), da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). O curso mais procurado pelos candidatos foi Enfermagem, em Bragança, com 3.984 inscritos; seguido por Pedagogia, em Marituba, com 2.290 inscritos; e Direito, em Alenquer, com 1.682 inscritos.

Lançado em 2019, o Forma Pará é uma ação do Governo do Estado, coordenada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet). O intuito é aumentar a oferta de cursos superiores, unindo esforços do Governo do Pará com as Instituições de Ensino Superior (IES) presentes no Estado e com as prefeituras municipais. "A meta inicial do programa era ofertar um total de quatro mil vagas em quatro anos, porém em sua quarta chamada, no ano de 2022, o Forma Pará supera em muito a meta, ofertando ao todo mais de 5 mil vagas nesses quatro anos de existência", explica a titular da Sectet, Edilza Fontes.

Os estudantes que irão realizar a prova do próximo processo seletivo terão que responder a 35 questões, sendo cinco de cada uma das seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Física, Química e Biologia. Já a prova de Redação em Língua Portuguesa valerá dez pontos e consistirá na elaboração de texto em que serão avaliados os seguintes aspectos: fidelidade ao tema, objetividade, coesão, coerência, progressão discursiva e aderência à norma culta.

Cursos e municípios

Pela Universidade do Estado do Pará (Uepa), são ofertadas 400 vagas nos cursos de Bacharelado em Fisioterapia, em Conceição do Araguaia; Bacharelado em Enfermagem, em Bom Jesus do Tocantins, em Rio Maria, em São Sebastião da Boa Vista e em Bragança; Licenciatura em Pedagogia em Marituba e em Santo Antônio do Tauá; Licenciatura em Letras – Libras, em Marituba. Cada um deles tem 50 vagas.

Por meio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), são ofertadas 500 vagas nos seguintes cursos e municípios, sendo 50 vagas em cada: Agronomia em Jacundá, Baião, Augusto Correa, Igarapé Açu, Xinguara, Limoeiro do Ajuru e Santana do Araguaia; Engenharia Florestal em Pacajá; Zootecnia em Vitória do Xingu; e Medicina Veterinária em Portel.

Já pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a chamada 2022 do Forma Pará oferta 210 vagas nestes cursos e municípios: Arquitetura  e Urbanismo em Redenção e Canaã dos Carajás (40 vagas); Geologia em Rondon do Pará (40 vagas); Medicina Veterinária em São Félix do Xingu (40 vagas); e Pedagogia em Tucuruí (50 vagas). E pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) serão 100 vagas com 50 alunos em cada turma do curso de Direito, em Alenquer, e Licenciatura em História, em Óbidos.

No dia 15 de maio, será a vez dos estudantes realizarem a prova do processo seletivo especial que vai preencher as 190 vagas dos cursos que serão executados pela Universidade do Federal do Pará (UFPA). Os cursos ofertados são Sistema de Informação, em Oeiras do Pará (30 vagas); Geoprocessamento, no distrito de Outeiro (40 vagas); História, em Curralinho (40 vagas); Letras – Língua Inglesa, em Viseu (40 vagas); e Agronomia, em Pacajá (40 vagas).

Inscrições abertas

No dia 20 de abril, o Forma Pará abriu ainda inscrições para a prova do processo seletivo que irá preencher mais 150 vagas em três municípios. O novo edital diz respeito aos cursos que serão executados pelo Instituto  Federal do Pará (IFPA). Os cursos ofertados são Tecnologia em Agroecologia, em Moju; Bacharelado em Agronomia, em Santa Maria das Barreiras; e Engenharia de Pesca, em Breu Branco. Cada um deles com 50 vagas. As inscrições podem ser feitas até o dia 5 de maio no site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), organizadora de todos os processos. A data prevista para realização da prova é 29 de maio.

Universalização

No dia 7 de março, o governador Helder Barbalho anunciou que, até o meio deste ano, o Forma Pará estará presente em todos os 144 municípios do Estado, o que significa a universalização do Programa, contando com os municípios já contemplados nas chamadas de 2019, 2020 e 2021. Em outubro do ano passado, o Forma Pará virou lei, o que permite a sua continuidade ao longo dos anos. Além disso, o Programa agora está apto a ofertar cursos de pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado).

Serviço - Os interessados em se inscrever no processo seletivo Forma Pará/IFPA podem acessar o edital completo e o link de inscrição.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Foto: Divulgação

Categorias: Notícias

Sectet credencia instituições para a oferta de especializações dentro do programa Forma Pará

sex, 22/04/2022 - 11:41
22/04/2022

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) tornou público nesta sexta-feira (22) o edital de credenciamento de Instituições de Ensino Superior (IES) públicas e privadas para a oferta de cursos de pós-graduação lato sensu (especializações) nas diversas regiões paraenses por meio do Programa Forma Pará.

As instituições interessadas devem requerer o credenciamento a partir da 0h do dia 25 de abril até às 23h59 do dia 06 de maio pelo e-mail pos.formapara@sectet.pa.gov.br, enviando toda a documentação exigida no edital.

A titular da Sectet, Edilza Fontes, explica que a oferta de cursos de especialização cumpre o objetivo de estimular a pesquisa e a extensão no estado, fortalecendo o desenvolvimento da ciência, além de atender a necessidade de mão de obra especializada para o desenvolvimento econômico das regiões paraenses, dentro dos arranjos produtivos locais.

“Ao atender a demanda por cursos de graduação em diversos municípios nestes quatro anos do desenvolvimento do programa Forma Pará, registramos a alta procura por cursos de pós-graduação que dão continuidade ao processo de construção de conhecimento e formação de profissionais”, esclarece a secretária.

O edital irá credenciar IES para a oferta de 1.500 vagas em 49 temas, todos descritos no edital. Para a contratação e oferta dos cursos de especialização terão prioridade as universidades públicas. Somente após a inviabilidade destas, poderão ser chamadas as IES particulares credenciadas.

O edital prevê que as instituições devem ter competência, experiência e capacidades técnicas instaladas; possuir infraestrutura de pessoal suficiente para ministrar os cursos, com todas as atividades de aulas, orientações, defesas de trabalho de conclusão de curso e de qualificação, segundo os critérios do Ministério da Educação (MEC).

Entre os temas previstos no edital estão “Análise e descrição de língua indígena (famílias Jê, Juruna,  Munduruku e Tupi-Guarani)”, “Bem-estar, comportamento e nutrição de vacas leiteiras na Amazônia”, “Comunidades quilombolas no Pará: história e formação”, “Conflitos agrários na Amazônia: a disputa pela terra”, “Direito administrativo”, “Direitos humanos e relações étnico-raciais nas escolas”, “Diversidade, festa e fé: as manifestações afrodescendentes na Amazônia” , “Diversidade, festa e fé: os círios na Amazônia”,  “Empreendedorismo e negócios criativos em gastronomia” “Enfermagem com ênfase em UTI” , “Engenharia de segurança do trabalho”, dentre outros.

Para participar do credenciamento as IES deverão ter sede, representação atuante e reconhecida no estado do Pará. A oferta dos cursos se dará de acordo com a abrangência do credenciamento da instituição na região geográfica estabelecida no ato do credenciamento.

O resultado final do edital está previsto para o dia 30 de maio e a vigência do credenciamento será de dois anos, podendo ser sucessivamente prorrogada por igual período. Confira o edital AQUI.

Categorias: Notícias

Sectet e Seac entregam certificados a concluintes de cursos ofertados pelo TerPaz no Icuí-Guajará

qua, 20/04/2022 - 16:49
20/04/2022

Com o propósito de dar prosseguimento ao processo de aprendizagem iniciado aos 70 anos de idade, Maria de Fátima Santos da Luz recebeu nesta quarta-feira (20) o certificado de conclusão do curso “Informática Inclusiva para a Terceira Idade”, ofertado pela Carreta da Informática, que faz parte do projeto TerPaz Formação Profissional, do Programa Territórios Pela Paz, do governo do Estado. A cerimônia de certificação foi realizada no teatro da Usina da Paz do bairro do Icuí-Guajará, em Ananindeua.

Também receberam certificados os concluintes dos cursos “Mecânico de Refrigeração”, “Mecânico de Motocicletas”, “Climatização Residencial” e “Assistente Administrativo”, ofertados na UsiPaz. No total, 60 pessoas concluíram os cursos, que são da modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC), disponibilizados pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) no TerPaz, programa coordenado pela Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac).

A titular da Sectet, Edilza Fontes, destacou a importância do TerPaz, que tem o objetivo de promover a segurança social por meio de ações inclusivas que proporcionam oportunidade de formação aos moradores dos territórios onde o programa é desenvolvido. “São várias ações inovadoras que buscam a inclusão social por meio da formação das pessoas em áreas que o mercado está precisando imediatamente. São cursos que visam formar naquilo que possa garantir emprego e renda para a população”, declarou a secretária.

Inclusão - Para a realização dos cursos realizados na UsiPaz Icuí-Guajará, a Sectet firmou contrato com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).  Para definição de quais cursos seriam ofertados, a Sectet e o Senai levaram em consideração a necessidade da comunidade e do mercado de trabalho.  “Identificamos a necessidade da oferta dos cursos de assistente administrativo e mecânicas de refrigeração e motocicletas. São áreas em franca expansão e que necessitam de profissionais capacitados”, destacou o diretor do Centro de Educação Profissional Getúlio Vargas, do Senai, Welson Ferreira Corrêa.

O coordenador da Carreta da Informática, Paulo Melo, enfatizou que a carreta oferece todas as condições de aprendizado. “Nós temos a melhor infraestrutura para possibilitar que pessoas que não tiveram ainda contato com a informática possam aprender e se inserir no mundo digital”, ressaltou citando as alunas do curso voltado para pessoas da terceira idade.

Início - Maria de Fátima Santos da Luz, 70, afirma que o curso de informática que concluiu foi apenas o primeiro e que pretende fazer outros. “O que fizemos foi o básico. Eu ainda não tinha contato com essa área. Vou aprendendo e utilizando devagar. Foi um começo”, destacou a dona de casa.

Iêda Luzia Bentes Maciel, 57, está animada com o aprendizado e vai utilizar o conhecimento adquirido no trabalho que desenvolve como artesã. “O curso foi um sucesso. Vou usar no meu trabalho de artesanato e seguir aprendendo mais”, disse.

Quem também vai dar continuidade à formação é Bruna de Cássia Vilhena Teixeira, 33, que concluiu o curso de Assistente Administrativo. Ela é mãe do pequeno Rian Vinícius, que participou dos três meses de curso. “Desde os dois meses de vida ele vem comigo para as aulas. Tive todo o apoio da turma e do professor para concluir o curso. Quero dar continuidade agora com o curso de contabilidade”, planeja Bruna, que pretende, assim, entrar no mercado de trabalho.

Também participaram da cerimônia de entrega dos certificados a representante da Sectet no TerPaz, Maria Lúcia Ohana, e o diretor do projeto TerPaz Formação Profissional, tenente Haelton Costa.

Texto e fotos: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

 

Categorias: Notícias

Páginas