• White/Preto
  • Padrão

Current Style: Padrão

Governo do Estado do Pará

Você está aqui:
Subscrever feed Sectet
Atualizado: 2 horas 20 minutos atrás

Visita

ter, 15/02/2022 - 15:41
15/02/2022

Equipe da Sectet visita Eetepa em Icoaraci

Na manhã desta terça-feira (15), uma equipe da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) realizou visita técnica na Escola de Ensino Técnico do Estado do Pará (Eetepa) Prof. Francisco Chagas Ribeiro de Azevedo – Cacau, localizada no distrito de Icoaraci.

A equipe da Secretaria era composta de representantes da área pedagógica, financeira e tecnológica, e foi recepcionada pelo diretor Davi de Souza Cordeiro, além do corpo docente presente. Na ocasião, foi realizado o compartilhamento de experiências e os encaminhamentos necessários.

Um dos assuntos tratados foram as ações a serem realizadas em parceria entre a Sectet e a escola para resgatar e regularizar o Conselho Escolar e a Unidade Executora, por meio de orientações acerca da importância de sua constituição e renovação de seus membros, no intuito de promover um trabalho integrado.

Parte da equipe também aproveitou para visitar as instalações da escola, a qual está passando por um processo de melhorias e manutenções para receber os alunos. Os representantes da Sectet ainda prestaram auxílio tecnológico para a secretaria da Eetepa, oferecendo assistência no uso do sistema escolar e no sistema Proesc, o qual abrange matrículas e cadastros reservas.

O diretor David Cordeiro espera que as orientações passadas pela equipe sejam colocadas em prática logo e afirmou que estará sempre em contato com a Sectet. Por sua vez, a equipe do órgão se colocou à disposição para tirar dúvidas e auxiliar em eventuais problemas.

Texto: Roberta Cartageneses da Costa (estagiária da Cetec/Sectet sob orientação da Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Forma Pará: divulgado resultado definitivo de credenciamento das IES particulares

seg, 14/02/2022 - 14:00
14/02/2022

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) publicou nesta segunda-feira (14) o resultado definitivo do processo de credenciamento das Instituições de Ensino Superior (IES) particulares para participação no Forma Pará.

Ação do governo do estado, coordenada pela Sectet, o Forma Pará foi lançado em 2019 unindo esforços do governo com as IES e as prefeituras municipais. O programa busca reduzir o déficit da educação superior no Pará, ofertando cursos dessas instituições em todo o estado, principalmente nos municípios que não possuem polos universitários.

Expansão

Atualmente, o Forma Pará oferta mais de 5.600 vagas em 69 municípios paraenses por meio de parceria com todas as IES públicas instaladas no estado e com as prefeituras. Com o edital de credenciamento de instituições particulares, o Programa deu mais um passo para aumentar a oferta de ensino superior no estado.

“Como estamos ampliando as ações do programa muito rapidamente, chegamos a um ponto em que as IES públicas não conseguiam mais atender a demanda dos municípios por limitações administrativas, então a solução para continuar ofertando os cursos foi fazer o credenciamento das instituições particulares”, esclarece a secretária adjunta da Sectet e gestora do programa, Edilza Fontes.

Isso só foi possível com a publicação da Lei 9.324/21 que institui o Forma Pará como programa de Estado.  O artigo 9º da Lei permite firmar parcerias e contratos com IES particulares nos casos em que seja inviável o atendimento da demanda por instituições públicas.

Confira o resultado definitivo do edital AQUI.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet abre inscrições para funções de instrutoria, coordenação e apoio

seg, 14/02/2022 - 11:48
14/02/2022

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE), edital de credenciamento de profissionais especializados para atuarem nas funções de instrutoria, coordenação e apoio às atividades administrativas para atendimento às demandas do programa Pará Profissional, sem geração de vínculo empregatício com o estado do Pará. As inscrições estarão abertas a partir da 00h desta terça-feira (15) até às 23h59 da quarta-feira (16).

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet por meio de ficha de Cadastro constante no anexo I do edital, a qual deverá ser assinada, digitalizada e enviada juntamente com os documentos digitalizados exigidos no referido edital e com a declaração de veracidade das informações e autenticidade dos documentos apresentados para o e-mail: selecao.profissional@sectet.pa.gov.br.

O processo de credenciamento compreenderá duas fases. A primeira é a de inscrição, de caráter habilitatório e eliminatório. Já a segunda fase diz respeito à análise de documentos e análise curricular, de caráter eliminatório e classificatório. O resultado preliminar está previsto para o dia 22 de fevereiro. Os candidatos que precisarem interpor recurso poderão fazê-lo no dia 23 de fevereiro. No dia 25, então, será publicado o resultado definitivo do processo.

As bolsas de incentivo à atividade educacional, destinada à remuneração dos instrutores, coordenadores e pessoal de apoio às atividades administrativas, em conformidade com as cargas horárias dos cursos, terão valores, em reais, condicionados à máxima carga horária mensal, sendo para instrutor R$ 60,00 (sessenta reais) por hora (60 minutos) de aula, com máximo de 80h por mês; para coordenador: R$ 65,00 (sessenta e cinco reais) por hora, com máximo de 80h por mês; e para a função de apoio às atividades administrativas: R$ 20,00 (vinte reais) por hora, com máximo de 160h por mês.

Os profissionais credenciados integrarão o Cadastro de Pessoal de Instrutoria, Coordenação e Apoio às atividades administrativas em Educação Profissional e Tecnológica e poderão ser chamados para prestar serviços, quando houver necessidade de atendimento das demandas das Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará, em razão das missões institucionais a cargo a Secretaria e no Convênio de Cooperação Técnica firmado entre Sectet e a Secretaria de Educação (Seduc), e a serem exercidas no âmbito das Usinas do TerPaz considerando o Termo de Cooperação Técnica entre Sectet e Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), dentro do Programa Pará Profissional desde que haja dotação orçamentária e financeira para amparar a despesa.

Serviço: O edital completo encontra-se disponível na aba “Editais” do site da Sectet.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Fotos: Divulgação

Categorias: Notícias

Mulheres paraenses produzem ciência e rompem barreiras e estigmas em suas trajetórias

sex, 11/02/2022 - 14:36
11/02/2022

Seduc e Sectet incentivam participação feminina com projetos e ações. Nesta sexta-feira (11) se celebra o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência.

O Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, celebrado em 11 de fevereiro, foi aprovado pela Assembleia Geral em 2015 e celebrado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). É uma maneira de incentivar esforços para a participação igualitária das mulheres nas ciências.

Dados da ONU e da UNESCO apontam que as mulheres representam menos de 30% dos pesquisadores no mundo todo e demonstram como ainda persistem as barreiras e a baixa representatividade feminina, sobretudo em áreas como ciências, tecnologia, engenharia e matemáticas.

No Pará, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) unem esforços para contribuir com o estímulo às mulheres no trabalho acadêmico e científico.

Titular da Seduc, Elieth de Fátima Braga comentou as ações. “Sem dúvida nenhuma a participação feminina, hoje, em qualquer atividade deve ser incentivada. É o momento do empoderamento feminino. Ter incentivo ao processo científico é muito importante e a educação liberta e transforma. É muito importante para fortalecer essa presença e o conhecimento que é essencial para a vida de todos nós”, afirmou a secretária.

Já Edilza Fontes, secretária adjunta da Sectet, destacou a importância das mulheres e meninas ocuparem mais espaços em projetos científicos. “É um processo histórico de formação que se transforma a partir de muita luta das mulheres, moças e meninas. Temos que superar as barreiras e ampliar os nossos espaços. Parabenizo e acho que o lugar da mulher é onde ela quiser”, enfatizou a secretária.

Lançamento de foguetes

O professor de Física, Alan Paz, coordena o projeto MobFog na Escola de Ensino Técnico (EETEPA) de Salvaterra, no Marajó. A iniciativa reúne alunos para participar da Mostra Brasileira de Foguetes (MobFog), um evento nacional que ocorre no Rio de Janeiro para a construção e lançamento de foguetes, de forma experimental, com o uso, por exemplo, de garrafas PET e impulsionados pela reação química da mistura entre elementos.

O evento estimula o protagonismo estudantil para investigar problemas científicos, repercutindo no desempenho em sala de aula.  Zuleide Fernandes Neta, 18 anos, é uma das duas únicas participantes femininas do projeto.  “Eu gostei bastante, pois na maioria dos anos só participavam meninos. Isso se tornou uma barreira para outras meninas participarem. Com a nossa presença foi muito bom porque incentivamos mais alunas. Foi algo impactante na escola”, conta a estudante de agroindústria.

Em relação ao incentivo à ciência no ambiente estudantil, a jovem destaca a importância. “Os projetos na escola deixam a mente das meninas mais ampla desde cedo, inclusive no ensino fundamental. Quando a menina participa desses projetos, ela vai entender que tem a capacidade de fazer isso e muito mais. É uma barreira que precisa ser quebrada. Apesar de termos muitos avanços, ainda vemos o machismo presente mesmo com jovens e adolescente, tem alguns fatos durante a vida escolar”, comenta.

Robótica

No Núcleo de Tecnologia Educacional da Seduc, as equipes de estudantes são incentivadas a participar anualmente do Torneio Sesi de Robótica. O evento é composto de várias etapas, desde criação de softwares até o projeto e programação de um robô, que a cada temporada precisa desempenhar desafios específicos.

Em 2022, o tema da temporada está relacionado à logística de transporte de cargas. A aluna Karen Santos é a única menina que integra o grupo de componentes, coordenada pelo professor Rafaek Herdy. “Faço parte da equipe Pavulagem, que vai participar do Torneio do Sesi, a FLL. Tem a programação, o design do robô e assim nós montamos e programamos o robô para as missões. Conforme o tempo vai passando cada um se destaca em uma determinada função”, explica.

Karen foi finalista do torneio de 2019 e comenta os desafios do gênero feminino para superar as barreiras da ciência. “Eu tive essa oportunidade, sou de escola pública juntamente com a equipe. Antes eram duas meninas e dois homens. Hoje eu permaneço, mas é uma área na qual nós temos que ter mais oportunidades e incentivos para nos destacarmos e nos descobrimos na área. E acabar com essa ideia de que é um ramo unicamente voltado para os homens. Com certeza tem várias meninas e mulheres que tem interesse, mas falta oportunidade para elas. E quando nos destacamos nesse cargo sofremos preconceitos que precisamos lutar contra. Tem que persistir e ter força de vontade”, destaca a jovem.

Matemática

O professor Romário Duarte participa de um projeto de extensão da Universidade Federal do Pará (UFPA, que orienta alunos da EETEPA Prof. Maria de Nazaré Guimarães Macedo, de Curuçá, para a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

A participação de duas alunas da escola na OBMEP lhes rendeu duas menções honrosas, que possibilitaram que as duas conseguissem bolsas de iniciação científica júnior pela Sociedade Brasileira de Matemática.

Agatha Feitosa, de 15 anos, é uma dessas alunas. “Em relação ao projeto, eu vejo como incentivo e aprofundamento dos meus estudos e conhecimento na ciência. Ser uma menina na ciência é ter a chance de mostrar que mulheres não são menores. Ao longo da história sempre fomos extremamente desvalorizadas e proibidas de participar de diversas áreas. Nossa presença é um sinal de luta. Temos muito a oferecer e competência para fazer com que a humanidade evolua”, disse a bolsista.

O programa teve cota de bolsas de iniciação científica para as meninas e as duas foram contempladas para produzirem artigos a serem publicados em uma revista científica. A experiência inspira a trajetória das alunas que passam a ser referência para outras.

“Pode ser difícil no início e requer esforço. Mas para tudo o que você quiser um resultado é preciso dedicação. Sejam fortes e corram atrás. ‘Bora’ surpreender o mundo sendo geniais cientistas”, convidou a jovem pesquisadora Agatha Feitosa.

Texto:  Dayane Baía (Secom)

Foto: Ascom/Sectet

Categorias: Notícias

Testagem

ter, 08/02/2022 - 09:56
08/02/2022

Servidores da Sectet realizam teste para diagnóstico da Covid-19

Nos dias 3 e 4 de fevereiro, foi realizada a testagem para diagnóstico da Covid-19 entre os servidores da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnologia (Sectet). A ação foi organizada pela Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGepes) da Secretaria e contou com a parceria das equipes da Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) e da Universidade do Estado do Pará (Uepa). No total foram realizados 152 testes. O objetivo principal foi identificar e prevenir a disseminação do vírus nos ambientes de trabalho e familiar dos servidores.

        

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Fotos: CGepes/Sectet

Categorias: Notícias

Repescagem

qua, 02/02/2022 - 14:32
02/02/2022

Repescagem do Forma Pará matricula convocados nestas terça e quarta-feira, 2 e 3

A chamada contempla candidatos inscritos no Processo Seletivo do edital 81/2021 da Universidade do Estado do Pará (Uepa)

Começou hoje, 2, e encerra amanhã, 3, a matrícula dos convocados na 1º Chamada Subsequente do Prosel Especial Forma Pará Uepa 2021. Para efetivação da matrícula o candidato convocado deverá entregar a documentação exigida, de forma presencial, no  campus/núcleo onde funcionará seu curso, conforme endereços informados no edital de convocação. A repescagem atual contempla candidatos inscritos no Processo Seletivo do edital 81/2021 da Universidade do Estado do Pará (Uepa).
 
Ao total, foram convocados 33 alunos para os cursos de Engenharia de Produção, Licenciatura em Ciências Biológicas, Engenharia de Software, Tecnologia em Gastronomia, Engenharia Civil, Enfermagem, Geografia e Educação Física (Licenciatura), nos municípios de Acará, Bagre, Baião, Belém/Mosqueiro, Bragança, Goianésia do Pará, Mocajuba, Muaná e Tracuateua.
 
O Forma Pará é um programa desenvolvido pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceria com municípios e Instituições de Ensino Superior Públicas (IES).
 
Confira os documentos necessário à matrícula realizada de forma presencial, das 9h às 12h: 
 
a) Declaração de Ocupação de Vaga (fornecida pela UEPA);
b) Declaração de Integralização do Curso (fornecida pela UEPA);
c) Carteira de Identidade;
d) Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
e) Certidão de Nascimento ou Casamento;
f) Certificado de Alistamento Militar (candidatos do sexo masculino);
g) 01 (uma) foto 3 x 4 recente (colorida);
h) Título de Eleitor, acompanhado do comprovante de votação na última eleição, ou
Declaração de Regularidade, emitida pelo site do Tribunal Regional Eleitoral;
i) Histórico Escolar do Ensino Médio;
j) Certificado de Conclusão do Ensino Médio;
k) Comprovante de Residência (recente que contenha CEP).

Texto: Marília Jardim (Ascom/Uepa)
 

Categorias: Notícias

Forma Pará: Governo do Estado investe mais de R$ 50 milhões no sul e sudeste

qua, 02/02/2022 - 09:15
02/02/2022

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) realizou visitas técnicas em quatro municípios das regiões sul e sudeste no período de 24 a 29 de janeiro. As visitas avaliaram as condições logísticas para a instalação de cursos de graduação ofertados pelo Programa Forma Pará na chamada 2022. Com a publicação dos editais prevista para o final de fevereiro, o Forma Pará totaliza a oferta de 26 turmas de nível superior na região, o que representa cerca de 1.300 vagas.

“O governador Helder Barbalho tem dado atenção especial para os municípios das regiões sul e sudeste do estado e um dos indicativos é a quantidade de turmas que o Forma Pará tem nessas regiões onde são atendidos 17 municípios. Um investimento de mais de R$ 29 milhões”, ressalta o titular da Sectet, Carlos Maneschy.

O coordenador dos cursos de graduação do Forma Pará, Eduardo Miranda, ressalta que a equipe da Sectet realizou as visitas em parceira com as Instituições de Ensino Superior (IES) envolvidas e com representantes das prefeituras. “Foram constatadas condições adequadas para a implantação dos cursos e as prefeituras se mostraram dispostas a fazer os poucos ajustes necessários”, destaca o coordenador.

Laboratórios

Além dos cursos de nível superior, o governo do estado, por meio da Sectet, está investindo nas regiões sul e sudeste mais R$ 18 milhões para a instalação de laboratórios móveis que irão atender os alunos dos cursos do Forma Pará além de levar aos municípios das regiões dezenas de cursos de capacitação e profissionalização. São o Polo de Construção Civil/Carreta da Construção Civil, a Rede Móvel de Atendimento Veterinário e os Laboratórios Móveis de Ensino, Pesquisa e Extensão em Zootecnia. Os laboratórios são projetos criados por pesquisadores da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e financiados pelo governo do estado.

A secretária adjunta da Sectet e gestora do programa, Edilza Fontes, acrescenta ainda o investimento de mais R$ 5 milhões no Projeto de Extensão de Soluções de Problemas na Região do Carajás e nos Estudos Prospectivos do Forma Pará. “Somando todos os investimentos, somente por meio do Forma Pará, o governo do estado está investindo nessas regiões mais de R$ 50 milhões, o que demonstra o compromisso que o governador tem com o desenvolvimento desses municípios por meio da educação”, frisa a secretária.

Bloquetes

A Carreta da Construção Civil está em fase de aquisição dos equipamentos. O laboratório móvel, quando estacionado e montado, terá 100m2 de estrutura, garantindo espaço suficiente para o aprendizado dos alunos. Ela percorrerá os municípios das regiões que contam com cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo.

Onde estacionar a Carreta também irá ofertar gratuitamente cerca de 80 cursos de capacitação profissional voltados para a construção civil, tais como mestre de obras, pedreiro, pintor, encanador de obras, instalador hidráulico, leitura e interpretação de projetos, dentre outros. A solicitação para a oferta dos cursos deve ser feita pelas prefeituras.

O laboratório terá ainda uma fábrica de bloquetes onde as turmas irão aprender como fazer o artefato usado para a pavimentação de ruas. “A produção será utilizada no próprio município, contribuindo para melhorar o saneamento básico das cidades e, assim, promover a qualidade de vida dos moradores com a ampliação do número de ruas pavimentadas”, ressalta o professor Carlos Maviael, coordenador do Instituto de Engenharia do Araguaia (IEA), unidade da Unifesspa localizada em Santana do Araguaia. Ele informa ainda que a fábrica terá a capacidade de produção máxima de 11.500 bloquetes por dia. A previsão é de que a Carreta comece a funcionar até junho deste ano.

Parceria

A Unifesspa é a principal instituição parceira da Sectet na implantação dos cursos de graduação e laboratórios móveis do Forma Pará. “Hoje o governo do estado é um grande parceiro da Unifesspa, sendo responsável por nossa expansão nos municípios e consequente aumento do número de vagas. Além disso, o governo concede bolsas de graduação e pós-graduação aos nossos alunos por intermédio da Fapespa e financia diversos projetos de pesquisa e extensão”, enfatiza o reitor da Unifesspa, Francisco Ribeiro. 

A Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) investiu, de 2019 a 2021, mais de R$ 4,3 milhões na concessão de bolsas de pesquisa para alunos da Unifesspa. “É compromisso desse governo o investimento na educação, na pesquisa, na ciência. Isso está evidente no grande alcance do Forma Pará, o maior programa do país em expansão da oferta de cursos de nível superior fora de sede. E a Fapespa está junto nessa iniciativa de fortalecer a educação e formação dos moradores do sul e sudeste do estado”, declara o presidente da Fapespa, Marcel Botelho. 

Além da Unifesspa, a Universidade Federal do Pará (UFPA), a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), o Instituto Federal do Pará (IFPA) e a Universidade do Estado do Pará (Uepa) ofertam cursos nos municípios das regiões.

Municípios atendidos

Cursos de graduação

1 - Forma Pará – Chamada 2019

 Redenção - Engenharia Civil

2 - Forma Pará – Chamada 2020

Abel Figueiredo - Administração

Bom Jesus do Tocantins – Ciências Contábeis

Itupiranga - Pedagogia

Ourilândia do Norte - Zootecnia

Piçarra - Medicina Veterinária

3 - Forma Pará – Chamada 2021

Bom Jesus do Tocantins - Agroecologia

Cumaru do Norte – Matemática

Eldorado do Carajás - Engenharia Civil

Itupiranga - Direito da Terra

Nova Ipixuna - Engenharia da Computação

Ourilândia do Norte – Geologia

Piçarra - Zootecnia

Rio Maria - Engenharia Civil

Rondon do Pará – Engenharia Civil

Santa Maria das Barreiras - Matemática

Tucumã - Medicina Veterinária

4 - Forma Pará – Chamada 2022

Bom Jesus do Tocantins - Enfermagem

Canaã dos Carajás - Arquitetura e Urbanismo

Redenção - Arquitetura e Urbanismo

Rio Maria - Enfermagem

Rondon do Pará - Geologia 

Santa Maria das Barreiras - Agronomia

Santana do Araguaia - Agronomia

São Félix do Xingu - Medicina Veterinária 

Xinguara – Agronomia

Laboratórios móveis

Santana do Araguaia - Polo de Referência em Construção Civil/Carreta da Construção Civil

Xinguara - Rede Móvel de Atendimento Veterinário

Xinguara - Laboratórios Móveis de Ensino, Pesquisa e Extensão em Zootecnia – MobZOO

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet divulga resultado preliminar da 2ª chamada do StartUP Pará

seg, 31/01/2022 - 10:09
28/01/2022

Proponentes têm até 10 dias úteis para apresentar interposição de recurso ao resultado publicado

Nesta sexta-feira (28), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) publicou o resultado preliminar da primeira etapa da 2ª chamada do StartUP Pará. De caráter eliminatório, o enquadramento analisou se as propostas e documentos enviados seguiam os termos do edital.

O cronograma entra na fase de interposição de recursos (10 dias úteis), seguido de mais cinco dias úteis para análise dos eventuais recursos enviados. O resultado final do enquadramento será publicado a partir do dia 17 de fevereiro.

Após esse período, um comitê de especialistas irá selecionar até 80 propostas - 30 na modalidade Aceleração e 50 em Novos Negócios - para participar, durante três meses, do período de qualificação proposto pelo edital.

A íntegra do resultado preliminar está disponível no Diário Oficial desta sexta (28), na plataforma do programa (www.startuppara.com.br) e na seção de editais do site da Sectet (www.sectet.pa.gov.br).

StartUP Pará
Iniciativa do Governo do Pará para auxiliar o desenvolvimento de projetos e empresas inovadoras, o StartUP Pará é realizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá, instituição que administra o Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, em Belém.

O programa prevê o lançamento de diferentes editais para apoiar o ecossistema local de inovação. A primeira chamada, lançada em 2019, qualificou 27 startups. O terceiro edital, com ênfase na transformação digital de micro, pequenas e médias empresas paraenses, está com inscrições abertas até o dia 15 de fevereiro de 2022. 

Para acompanhar as novidades sobre o programa, acesse https://startuppara.com.br/ 

Resultado disponível AQUI.

Texto: Juliane Frazão (Ascom/PCTGuamá)

Categorias: Notícias

Kits “Meu Endereço Certo” são entregues a famílias do bairro da Cabanagem

sex, 28/01/2022 - 15:56
28/01/2022

Kit contém planta de localização do imóvel, planta de limite de lote e, em casos específicos, pode incluir o laudo de condições socioambientais da moradia e guia de encaminhamento para os programas sociais

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), entregou, na tarde desta quinta-feira (27), o “Kit Meu Endereço Certo” a 40 famílias do bairro da Cabanagem, em Belém. A entrega foi feita no Teatro da Usina da Paz Cabanagem.

O kit faz parte das ações realizadas pelo projeto “Meu Endereço – lugar de paz e segurança social”, desenvolvido pela Sectet em parceria com a Comissão de Regularização Fundiária da Universidade Federal do Pará (CRF-UFPA) nos bairros abrangidos pelo Programa Territórios Pela Paz (TerPaz), do Governo do Pará.

Cidadania
Segundo o titular da Sectet, Carlos Maneschy, umas das garantias da cidadania é uma moradia digna, que inicia com o conhecimento exato da localização das residências, tamanho e limites dos terrenos. “O projeto cria esse ambiente para que as pessoas possam buscar seus direitos, ter moradias cada vez mais dignas e, acima de tudo, afirmarem ainda mais suas condições de cidadania plena”, destaca o secretário.

O “Kit Meu Endereço Certo” é composto por planta de localização do imóvel, planta de limite de lote e, em casos específicos, pode incluir o laudo de condições socioambientais da moradia e guia de encaminhamento para os programas sociais do Governo do Estado ou de instituições parceiras do Projeto.

Com seu kit na mão, Maria de Nazaré Leal, 64 anos, não escondia a alegria, apesar da máscara. Moradora do bairro da Cabanagem, agora ela vai em busca do título posse do imóvel, onde vive há mais de 40 anos. “Eu já cuidava bem da minha casa, agora vou poder cuidar melhor ainda. Estou precisando fazer uns reparos e agora vou realizar meu sonho”, disse a dona de casa.

Myrian Cardoso, pesquisadora e coordenadora do “Meu Endereço”, destaca que o projeto tem também como objetivo a promoção da cultura de paz ao ajudar a resolver conflitos entre vizinhos causados por questões fundiárias.

“Verificamos, em dez anos de estudos científicos, que 80% das famílias que procuram regularizar seus imóveis é motivada por algum problema ao realizar uma obra o que acaba gerando uma série de conflitos”, ressalta. Ela explica que o processo de regularização de imóveis demanda um tempo institucional maior e o projeto oferece formas de resolver os conflitos disponibilizando serviços como medição dos lotes, laudo das condições do imóvel, assessoria técnica e jurídica para resolver problemas imediatos.

Serviços
Myrian esclarece que o projeto não entrega título de propriedade, mas fornece orientação, documentação técnica e assessoramento multiprofissional conforme prevê a Lei federal 11.888/2008. Sobre os documentos que compõem o kit, a coordenadora explica que a planta de localização indica de forma correta o bairro, nome de rua, numeração e CEP, informações básicas para acessar qualquer serviço.
Outro documento é a planta do lote georreferenciada, que indica a área de cada terreno, com as medidas de frente, laterais e fundo. “Esse documento pode auxiliar o morador em pedidos de regularização fundiária juntos aos órgãos competentes em processos individuais ou de forma coletiva”, esclarece.

Além dessas plantas técnicas, os moradores podem receber laudo sobre as condições socioambientais, habitacionais e sanitárias o que pode indicar a necessidade de encaminhamento das famílias para os programas sociais ou serviços de assistência técnica pública em habitação e urbanismo de interesse social.

Participaram do evento de entrega dos kits, além do secretário Carlos Maneschy e da coordenadora Myrian Cardoso, o presidente em exercício da CRF-UFPA, Renato Neves, e a coordenadora da UsiPaz Cabanagem, Ivanilda Vieira da Silva, com participação especial do “Coletivo MultiverCidades da Amazônia”, que utiliza a ciência, a música, o teatro e a cultura como ferramentas de comunicação e participação da comunidade.

Texto e fotos: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Eetepas – Inscritos + acionados do cadastro reserva

qui, 27/01/2022 - 11:27
27/01/2022

Acesse a lista com todos os inscritos dentro do limite máximo das vagas por turma e os candidatos acionados do cadastro de reserva para as vagas das pessoas que cancelaram a pré-matrícula no sistema por algum motivo. A lista está disponível na seção de Editais deste site e pode ser acessada também AQUI.

Todos os listados devem se dirigir até as escolas para confirmar a matrícula no período de 31 de janeiro a 11 de fevereiro de 2022, levando originais e cópias dos seguintes documentos, conforme determina o item 4.3.2 do Edital 014/2021:

1 - Requerimento de matrícula fornecido pela escola (o candidato receberá da escola esse requerimento no momento em que for fazer a matrícula, devendo preenchê-lo adequadamente);

2 - Certidão de Nascimento ou Casamento;

3 - Carteira de Identidade (RG) ou similar;

4 - Cadastro de Pessoa Física (CPF);

5 - Certificado ou declaração de Conclusão do Ensino Fundamental (para curso da oferta

Integrado);

6 - Histórico Escolar do Ensino Fundamental (para curso da oferta Integrado);

7 - Certificado de Conclusão e Histórico do Ensino Fundamental (para curso da oferta

concomitante);

8 - Histórico do Ensino Médio cursando o 2º ano (para curso da oferta Concomitante);

9 - Certificado ou declaração e Histórico Escolar do Ensino Médio (para curso da oferta

Subsequente);

10 - Comprovante de residência recente (água, luz, telefone fixo ou móvel);

11 - Duas fotos 3x4 recentes.

Categorias: Notícias

Eetepas – Cadastro reserva

qui, 27/01/2022 - 11:26
27/01/2022

Acesse a lista completa das pessoas que ficaram no cadastro reserva na seção de Editais deste site, também acessível AQUI.

Ressalta-se que os listados serão acionados depois do período de confirmação de matrículas, caso haja desistências. Havendo desistências, serão acionados os candidatos por ordem de inscrição no sistema. O contato será feito com envio de mensagem ao e-mail  informado no momento da pré-matrícula.

Categorias: Notícias

Sectet atualiza prazos de editais do programa StartUP Pará

ter, 25/01/2022 - 15:44
25/01/2022

Alterações foram registradas no Diário Oficial desta terça-feira (25)
 

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) prorrogou para o dia 15 de fevereiro o prazo de submissão de propostas para o edital de Bônus Tecnológico e atualizou o cronograma da segunda chamada do StartUP Pará.

O edital 012/2021 (Bônus Tecnológico) destina dois milhões de reais para acelerar a transformação digital de micro, pequenas e médias empresas paraenses que, em conjunto com empresas especializadas ou Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), podem desenvolver projetos para implantar melhorias em eixos como pessoas; gestão financeira; manufatura avançada; cadeia de suprimentos; marketing e vendas.

As propostas devem ser submetidas exclusivamente por meio da plataforma do programa, disponível no endereço eletrônico https://startuppara.com.br/.

Já o edital 008/2021 (segunda chamada), teve atualização na divulgação do resultado preliminar da primeira etapa, que agora será divulgado a partir do dia 28 de janeiro, com alteração nas etapas seguintes do cronograma. A expectativa é que até 80 startups recebam capacitação técnica e até 60 tenham acesso aos recursos de subvenção econômica oferecidos pelo governo estadual.

“A prorrogação ocorre no intuito de oportunizar  maior participação dos empreendedores e maior difusão para os municípios, estimulando um ambiente de troca de demanda e solução  envolvendo transformação tecnológica”, informa Maria Trindade, coordenadora do StartUP Pará.

StartUP Pará
Iniciativa do Governo do Estado para auxiliar o desenvolvimento de ideias e empresas inovadoras, o StartUP Pará é realizado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá.

O programa prevê o lançamento de diferentes editais para o fomento do ecossistema local de inovação. 

Texto: Juliane Frazão (Ascom/PCTGuamá)

Categorias: Notícias

Projeto Meu Endereço entrega kits a famílias do bairro da Cabanagem

ter, 25/01/2022 - 14:46
25/01/2022

O projeto “Meu Endereço – lugar de paz e segurança social” entrega nesta quinta-feira (27) os “Kits Meu Endereço Certo” a 40 famílias do bairro da Cabanagem, em Belém. O projeto é desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceria com a Comissão de Regularização Fundiária da Universidade Federal do Pará (CRF-UFPA). A entrega será na Usina da Paz Cabanagem, às 14h30.

São atendidos pelo projeto os bairros que fazem parte do Programa Territórios Pela Paz (TerPaz), do governo do estado. Além da Cabanagem, são beneficiadas famílias do Benguí, Terra Firme, Guamá e Jurunas, em Belém, e do Icuí-Guajará, em Ananindeua, além de Nova União/São Francisco, em Marituba.  O evento de entrega será no Teatro da UsiPaz Cabanagem, onde haverá uma exposição fotográfica sobre as ações do projeto e exibição de vídeo.

O Kit Meu Endereço Certo é composto por planta de localização do imóvel, planta de limite de lote, laudo de condições socioambientais da moradia e guia de encaminhamento para os programas sociais do governo do estado.  Com o Kit, as famílias podem iniciar o processo de regularização para a obtenção do título de propriedade junto aos órgãos competentes.  As peças técnicas são elaboradas e conferidas pelas equipes interdisciplinares da CRF-UFPA junto às famílias.

Serviço
Entrega de “Kits Meu Endereço Certo”
Dia: 27/01/2022
Hora: 14h30
Local: Usina da Paz Cabanagem
Endereço: Avenida Damasco, nº 37, próximo à Estrada do Benjamin, bairro da Cabanagem, Belém.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet) com informações de Kid Reis (Ascom CRF-UFPA)
 

 

Categorias: Notícias

Confirmação da matrícula nas Eetepas inicia dia 31 de janeiro

seg, 24/01/2022 - 13:59
24/01/2022

A lista com os candidatos pré-matriculados nas Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará (Eetepas) está disponível no site da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet). Os candidatos que constam nas listas das turmas homologadas (obtiveram o número mínimo de 25 pessoas pré-matriculadas, como define o edital), devem confirmar a matrícula presencialmente nas escolas no período de 31 de janeiro a 11 de fevereiro, nos horários definidos por cada Eetepa.

A Sectet informa ainda que a partir desta terça-feira (25) começarão a ser chamados os candidatos constantes do cadastro de reserva para ocupar as vagas de pessoas que cancelaram a pré-matrícula pelo sistema. Esses candidatos serão notificados por mensagem enviada ao e-mail cadastrado no ato da pré-matrícula.

Também a partir desta terça (25) estarão reabertas as pré-matrículas para os cursos que não alcançaram o número mínimo de interessados. Ao acessar o link de inscrição disponível no site da Sectet, o candidato verá somente os cursos com vagas disponíveis. Logo depois do período de confirmação das matrículas, será feito o levantamento de possíveis desistências para, então, serem convocados os candidatos constantes no cadastro reserva, por ordem de inscrição, até que se alcance o número de 40 alunos por turma.

Serviço
Acesse AQUI a lista dos pré-matrículados. Só devem se dirigir às escolas para a confirmação da matrícula os candidatos constantes nas listas das turmas homologadas e os que forem convocados por e-mail. A documentação necessária para a efetivação de matrícula está descrita no item 4.2.3 do Edital 014/2021, disponível AQUI.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom Secet/Ascom)

Categorias: Notícias

Forma Pará realiza aula inaugural em Alenquer

dom, 23/01/2022 - 09:24
22/01/2022

O Forma Pará realizou nesta sexta-feira (21), em Alenquer, oeste do estado, a aula inaugural do curso de Gestão Pública Desenvolvimento Regional ofertado pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) na chamada 2021 do Programa, que é desenvolvido pelo governo do estado por meio da Secretaria de Ciência Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet).

A cerimônia contou com a presença de representantes da prefeitura de Alenquer, da Ufopa e da Sectet. Depois da cerimônia, realizada na quadra de esportes do campus local da Ufopa, os calouros assistiram à orientação acadêmica e conheceram a estrutura do campus.

Categorias: Notícias

Resultado da pré-matrículas nas Eetepas

sex, 21/01/2022 - 19:20
21/01/2022

A Sectet informa que a equipe está trabalhando na elaboração das listas dos pré-matriculados nas Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará, mas não foi possível finalizar o levantamento nesta sexta-feira (21) devido a problemas técnicos. Na segunda-feira (24) divulgaremos o resultado. Pedimos a compreensão de todos.

Categorias: Notícias

Programa Forma Pará abre credenciamento para universidades e faculdades particulares

sex, 21/01/2022 - 15:10
21/01/2022

As Instituições de Ensino Superior (IES) particulares que atuam no Pará podem se credenciar para ofertar cursos no Forma Pará, programa do governo do estado desenvolvido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet). O edital foi lançado em cerimônia realizada no auditório da Universidade da Amazônia (Unama), na noite da última quarta-feira (19), dia em que foi o documento foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Atendendo à solicitação de representantes de IES particulares presentes no auditório Davi Mufarrej, a Sectet decidiu adiar o prazo de inscrições para que a instituições tenham mais tempo para levantar a documentação exigida no edital. Uma errata será publicada no DOE da próxima segunda-feira (24) com algumas alterações no edital, inclusive o cronograma.

“Entendemos que as instituições precisam de um tempo maior para levantar os documentos que são exigidos no edital, que segue a rigorosa legislação para o setor, e decidimos que as inscrições, que seriam agora nos dias 24 e 25, serão nos dias 31 de janeiro e primeiro de fevereiro. A errata está prevista para sair no Diário Oficial na segunda-feira”, esclarece a secretária em exercício da Sectet e gestora do Forma Pará, Edilza Fontes.

Rede
Em seu discurso durante a cerimônia de lançamento do edital, a secretária explicou como o programa foi criado e quais seus objetivos. Ela contou que o programa Forma Pará trabalha com a noção de universidades em rede e foi construído com base na experiência do Parfor – programa do governo federal voltado para a formação de professores. 

“A criação de um projeto que ofertasse turmas fora das sedes das universidades foi discutida entre o professor Carlos Maneschy e o então candidato ao governo, Helder Barbalho, que colocou essa política nas suas propostas de campanha”, lembra Edilza Fontes. Para que o compromisso assumido fosse cumprido pela gestão, a solução foi a criação de uma rede de universidades, utilizando a estrutura docente das IES públicas para ofertar cursos diretamente nos municípios, especialmente aqueles que não têm campi universitários instalados.

Expansão
A gestora do programa informou que hoje o Forma Pará oferta mais de 5.600 vagas em 69 municípios paraenses por meio da parceria com todas as IES públicas instaladas no estado e com as prefeituras ou organizações da sociedade civil. Com a publicação do edital de credenciamento de instituições particulares, o Programa dá mais um passo para aumentar a oferta de ensino superior no estado.

“Chegamos num ponto em que as IES públicas não conseguem atender a demanda dos municípios por limitações administrativas, então a solução para continuar expandindo a oferta de cursos é fazer o credenciamento das instituições particulares”, esclareceu a secretária. Edilza enfatizou que essa possibilidade é prevista na Lei 9.324/21, que institui o Forma Pará como programa de Estado. O artigo 9º da Lei permite firmar parcerias e contratos com IES particulares nos casos em que seja inviável o atendimento da demanda por instituições públicas.

Contribuição
A presidente do Conselho Estadual de Educação e reitora da Unama, Betânia Fidalgo, falou em nome das IES particulares. Ela destacou a importância do Forma Pará para o fortalecimento da educação no estado e a contribuição do programa para o desenvolvimento social e econômico do Pará.

“É muito importante que todas IES particulares façam a adesão ao credenciamento, sejam instituições da capital ou de outros municípios. E depois é só aguardar o trabalho do Conselho Estadual junto ao Conselho Nacional para que nós possamos atuar fora das nossas sedes e atender a demanda do governo para ofertar os cursos nos municípios previstos no edital”, enfatizou a reitora.

O edital de credenciamento das IES particulares no Programa Forma Pará prevê a oferta de 1.000 vagas em 22 cursos de nível superior. O total previsto de investimento pelo governo do estado é de R$ 20 milhões. O credenciamento terá validade de18 meses, podendo ser sucessivamente prorrogado por igual período. A divulgação do resultado do processo de credenciamento está prevista para meados de fevereiro.

Confira o edital AQUI

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)
Fotos: Priscila Castro (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet realiza aula inaugural do curso TSB na UsiPaz Icuí-Guajará

qua, 19/01/2022 - 13:40
19/01/2022

A aluna Helena Costa foi uma das primeiras pessoas a chegarem à Usina da Paz Icuí-Guajará, em Ananindeua, para a aula inaugural do curso Técnico em Saúde Bucal (TSB), ofertado pelo governo do estado por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceria com a Faculdade de Odontologia Universidade Federal do Pará (UFPA). A cerimônia foi realizada no teatro da Usina, no início da noite desta terça-feira (18).

Helena, 49 anos, trabalha em uma clínica de odontologia. Ela vai fazer o curso técnico para se qualificar e assim poder crescer profissionalmente. “Soube desse curso num grupo de trabalho. Proporcionar essa qualificação é uma ótima iniciativa do governo. É o primeiro curso gratuito desse tipo que eu tomei conhecimento. Outros são pagos e realizados durante o dia, o que nos impede de fazer porque precisamos trabalhar”, disse a aluna.

Ainda mais entusiasmada estava Edilza Alves, 40, que já havia tentado fazer o curso por outra instituição, mas teve que desistir para cuidar do filho. “Estou muito feliz em ter conseguido a vaga. É uma oportunidade de ter um futuro melhor, pois temos que nos qualificar para o mercado de trabalho. Estou muito agradecida por poder estar aqui hoje”, declarou a aluna, que trabalha como serviços gerais e vê no curso a possibilidade de melhor colocação do mercado.

Transformação
O coordenador curso de Odontologia da UFPA, Erick Pedreira, destacou que a educação e a qualificação profissional são o caminho para o desenvolvimento do estado e para a transformação das pessoas. “Agradeço ao governador Helder Barbalho e ao secretário Carlos Maneschy pela sensibilidade em criar esse ambiente propício para a educação ao se associarem com a UFPA. Não há outro caminho para o desenvolvimento se não a educação. É somente por meio da educação que a gente consegue transformar a vida das pessoas”, ressaltou o coordenador.

Ele destacou que o curso ofertado na UsiPaz do Icuí-Guajará é um desdobramento do curso de Técnico em Saúde Bucal realizado em Belém, também em parceria entre Sectet e UFPA e que já está em fase de conclusão. Erick Pedreira informou ainda que outras turmas serão disponibilizadas em outros municípios paraenses como Mocajuba e Marituba, além da turma que será ofertada na Usina da Paz Cabanagem, em Belém.

Representando o titular da Sectet, o coordenador de Educação Profissional e Tecnológica da secretaria, José Neto, falou do compromisso do governo do estado em promover a formação e qualificação profissional das pessoas para enfrentar a crise econômica que o país vive. “Vivemos hoje uma crise sanitária e também econômica. Mais do que nunca as pessoas precisam estar qualificadas para ter uma oportunidade de emprego no competitivo mercado de trabalho. Então, agarrem essa oportunidade. Hoje vocês estão iniciando a transformação da vida de vocês”, disse José Neto, dirigindo-se aos alunos.

Curso
A turma é formada por 40 pessoas moradoras de Ananindeua que foram selecionadas entre os cerca de 400 inscritos. Para a seleção foi feita análise dos documentos e entrevistas. O curso, de caráter teórico-prático, tem o objetivo de proporcionar a educação profissional em saúde bucal, no nível de habilitação profissional de Técnico de Saúde Bucal. 

A duração é de 18 meses e as aulas serão realizadas na UsiPaz Icuí-Guajará em semanas alternadas, no horário de 18h às 22h, de terça a sexta-feira. São 1.200 horas de carga horária, das quais 150 serão destinadas a estágios de aprendizagem orientados e supervisionados pela UFPA.

Também participaram da aula inaugural, o gerente geral da UsiPaz Icuí-Guajará, Alex Melul, as professoras da Faculdade de Odontologia/UFPA, Anete Cartágenes e Leila Favacho, e a coordenadora administrativa do curso TSB, Suzete Matos.

Texto e fotos: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet promove eventos para tirar dúvidas sobre edital de Bônus Tecnológico do StartUP Pará

ter, 18/01/2022 - 10:22
18/01/2022

Edital destina dois milhões de reais ao fomento da transformação digital de produtos, processos ou serviços de empresas paraenses. Inscrições se encerram no próximo dia 24

Nesta semana, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) promove dois eventos para tirar dúvidas sobre o edital de Bônus Tecnológico do StartUP Pará. Um bate-papo virtual na próxima quarta (19), às 15h, no YouTube da Fapespa; e um encontro presencial em Santarém, no dia 21, às 19h, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES).

O bate-papo no YouTube da Fapespa contará com a presença da coordenação do edital, de representantes de Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) e de empresas prestadoras de serviços especializados.

O encontro presencial de Santarém será no auditório da ACES, localizado na rua Siqueira Campos, 565, bairro Central, com facilitação de Rodrigo Quites, diretor presidente da Fundação Guamá. A ação conta com o apoio da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES) e da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).

Com foco em transformação digital, a chamada está com inscrições abertas até o dia 24 de janeiro, exclusivamente na plataforma https://startuppara.com.br/. O objetivo é apoiar projetos de implementação de tecnologias digitais ou reestruturação de produtos, processos e/ou serviços de empresas paraenses.

Os projetos devem ser realizados em conjunto por micro, pequenas e médias empresas do estado do Pará; empresas prestadoras de serviços especializados e/ou Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs).

O objetivo dos eventos é esclarecer dúvidas para auxiliar as empresas nesta reta final das inscrições. 
"Empresas de todos os setores, inclusive os mais tradicionais, podem se beneficiar com o edital. É possível pensar soluções para melhorar processos comuns no cotidiano empresarial, como gestão de pessoas ou marketing, por exemplo, além de outras questões mais ligadas à inovação de produtos e processos", informa Maria Trindade, coordenadora do edital.

Bônus Tecnológico 
O Bônus Tecnológico é uma modalidade de subvenção econômica - em que não há a necessidade de reembolso - que permite o pagamento de uso ou compartilhamento de infraestrutura de pesquisa; a contratação de serviços tecnológicos especializados ou a transferência de tecnologia.

O valor global da chamada é de dois milhões de reais e o teto de investimento por proposta é R$ 50 mil. As empresas proponentes devem aportar contrapartida, financeira ou não financeira, de no mínimo 20% do valor do projeto. Caso a empresa beneficiária se enquadre como microempresa ou empresa de pequeno porte, o percentual de contrapartida mínima cai para 5%.

O produto, processo ou serviço impactado pelo projeto deve estar conectado a pelo menos um dos eixos de transformação: Pessoas; Gestão Financeira; Manufatura Avançada; Cadeia de Suprimentos; Marketing e Vendas.

As propostas devem se enquadrar em uma das áreas chamada: Tecnologia de Informação e Comunicação; Nanotecnologia; Sensores e atuadores; Gestão de dados (Big Data); Novos materiais; Fotônica; Sistemas ciberfísicos; Internet das coisas (IoT); Automação; Energias renováveis; Simulação e modelagem; Interoperabilidade; Segurança cibernética; Inteligência artificial; ou Robótica avançada.

StartUP Pará 
Considerada a estratégia estadual para o empreendedorismo de base tecnológica, o StartUP Pará prevê o lançamento de dez editais para o fomento do ecossistema local de inovação.

O programa é realizado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela Secretaria de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá.

Serviço
Bate-papo online sobre o edital de Bônus Tecnológico do StartUP Pará, na próxima quarta (19), às 15h, ao vivo no YouTube da Fapespa (https://bit.ly/youtube-fapespa). 

Evento presencial em Santarém, no dia 21/01, às 19h, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES) — R. Siqueira Campos, 565. Central.

Texto: Juliane Frazão (Ascom/PCTGuamá)

Categorias: Notícias

Prorrogado até o dia 20 o período de pré-matrículas nas Eetepas

seg, 17/01/2022 - 16:39
17/01/2022

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) prorroga o período de realização das pré-matrículas nas Escolas de Ensino Técnico do Estado do Pará (Eetepas). O prazo que se encerraria no dia 14 foi estendido até o dia 20 de janeiro, próxima quinta-feira, às 23h59. Veja a errata AQUI.

O link para as inscrições está disponível no site da Sectet, à direita da página, identificado com o banner “MATRÍCULA DAS ESCOLAS TÉCNICAS”.

A prorrogação se deve ao fato de ainda haver vagas em alguns cursos. Verifique a lista AQUI A LISTA DE CURSOS COM VAGAS.

 

Categorias: Notícias

Páginas