• White/Preto
  • Padrão

Current Style: Padrão

Governo do Estado do Pará

Você está aqui:
Subscrever feed Sectet
Atualizado: 2 horas 7 minutos atrás

EDITAL 001/2018 - Pará Profissional: 465 vagas em 21 Cursos de Educação Profissional e Tecnológica, na modalidade de Qualificação Profissional

qua, 07/02/2018 - 10:18
Data do Edital: 07/02/2018

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (SECTET), no uso de suas atribuições legais, torna pública a abertura das inscrições para Cursos de Educação Profissional e Tecnológica, na modalidade Qualificação Profissional, de caráter teórico-prático, dirigidos para apoiar atividades do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, em treze municípios, pertencentes a oito Regiões de Integração do Estado do Pará, nos termos do Anexo I deste Edital.

ANEXO I

ANEXO II

ANEXO III

ANEXO IV

INSCRIÇÕES AQUI

AnexoTamanho Edital 001/2018690.75 KB
Categorias: Notícias

TecSocial

qua, 31/01/2018 - 11:09
31/01/2018

Cronograma de edital que seleciona projetos de tecnologias sociais é alterado

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) prorrogou os prazos do cronograma que consta no edital de chamamento público 006/2017, o qual pretende selecionar propostas de organizações da sociedade civil e/ou instituições de ensino, pesquisa e extensão com atuação no Estado interessadas em celebrar termo de repasse de recurso com o Governo do Pará com objetivo de executar projetos de Tecnologias Sociais voltados à melhoria da qualidade de vida das populações vulneráveis. O prazo de envio de propostas se encerrou no dia 30 de dezembro de 2017 e o prazo para  a publicação do resultado preliminar, que ocorreria nesta quarta-feira (31) foi estendido, foi prorrogado para o dia 05 de março, alterando assim as datas das etapas posteriores.

Por meio dessa seleção, a Sectet pretende colocar em prática as ações do Programa TecSocial, o qual coordena. O Programa considera como “Tecnologias Sociais” os produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, voltados ao uso comunitário, com vistas a promover a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida de seus usuários. O edital prorrogado salienta sete formas específicas dessas tecnologias: aquelas voltadas à captação, tratamento e distribuição de água para uso doméstico; tecnologias de saneamento básico; tecnologias sociais de manejo dos resíduos sólidos; tecnologias sociais voltadas à cadeia produtiva da biodiversidade; aquelas voltadas à pesca artesanal; além de softwares livres e tecnologias adequadas à gestão de pequenos empreendimentos; e outras tecnologias sociais que impulsionem o desenvolvimento socioeconômico do estado do Pará.

Serviço: Os cronograma prorrogado está disponível AQUI.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Alunos receberam os certificados de qualificação

ter, 30/01/2018 - 11:32
Informações: 

Alunos recebem certificados de conclusão de cursos do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Inscrições abertas para cursos do Pará Profissional

ter, 30/01/2018 - 11:30
Informações: 

Abertas inscrições para cursos oferecidos por meio do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Estado incentiva a formação de profissionais

ter, 30/01/2018 - 11:24
Informações: 

Categorias: Notícias

Pará profissional dá uma força na profissionalização

ter, 30/01/2018 - 11:22
Informações: 

Programa Pará Profissional é uma ferramenta que apoia a qualificação profissional.

VÍDEO

Categorias: Notícias

Pará Profissional abre vagas para qualificação em 20 municípios do Estado

ter, 30/01/2018 - 11:19
Informações: 

Sectet abre inscrições para cursos oferecidos por meio do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Entrega de certificados para Batedores de Açaí

ter, 30/01/2018 - 11:17
Informações: 

Governo do Pará, por meio da Sectet, e Prefeitura de Belém entregam certificados a batedores e vendedores de açaí que participaram de curso do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Sectet realiza oficina do Pará Profissional em Icoaraci

ter, 30/01/2018 - 11:11
Informações: 

Sectet realiza oficina do Programa Pará Profissional, em Icoaraci, no intuito de captar as demandas de qualificação no distrito.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Curso para batedores e vendedores de açaí

ter, 30/01/2018 - 11:07
Informações: 

ÁUDIO

VÍDEO

Categorias: Notícias

Início do segundo módulo do curso técnico em Açúcar e Álcool

ter, 30/01/2018 - 11:01
Informações: 

O curso técnico em Açúcar e Álcool ocorre no município de Ulianópolis e faz parte das ações do Programa Pará Profissional.

ÁUDIO

Categorias: Notícias

Indústria Mineral premia inovadores

ter, 30/01/2018 - 10:50
Informações: 

Categorias: Notícias

Sectet em Ação #9 - Semana do Empreendedorismo Inovador em Altamira

ter, 30/01/2018 - 10:43

Mais de 83% da produção de cacau no Pará está localizada na região do Xingu, sendo os municípios de Medicilândia, Uruará, Placas e Altamira os maiores produtores. Porém, a região ainda concentra seus esforços apenas na produção e exportação das amêndoas do cacau, com pouco estímulo à agregação de valor e à inovação na cadeia produtiva. Para tentar mudar esse cenário, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) organizou a “Semana do empreendedorismo inovador para a cadeia produtiva do cacau”, que ocorreu em dezembro de 2017, em Altamira. O evento, que reúne estudantes, empresários, agricultores e gestores públicos, celebra o início da implantação da Incubadora de Empresas do Xingu, que será instalada no Campus de Altamira da Universidade Federal do Pará (UFPA). O projeto é uma idealização da Sectet e conta com a parceria do Fundo de Apoio à Cacauicultura do Pará (FUNCACAU), da UFPA e do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX).

-----

Filmagem e Edição: Igor de Souza

Texto e Entrevistas: Igor de Souza

vídeo: 
Categorias: Notícias

Alunos de São Miguel do Guamá são certificados pelo Pará Profissional

qua, 24/01/2018 - 14:26
24/01/2018

Nesta terça-feira (23), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) realizou, em São Miguel do Guamá, a primeira certificação do ano aos alunos de duas turmas do Programa Pará Profissional. No total, foram certificados 17 concluintes do curso de Serviço de Garçom e Garçonete e 15 alunos do curso de Porteiro e Vigia. Os cursos tiveram o Senac como unidade executora.

 Na oportunidade, a servidora da Secretaria, Priscila Modesto, explanou sobre o programa que é um dos instrumentos de combate à desigualdade interregional no Estado por meio da qualificação profissional da mão de obra local. Ela ainda aproveitou para realizar o levantamento das demandas, junto ao público presente, de novos cursos a serem oferecidos na região.

 O Programa Pará Profissional, instituído pela Lei no. 8.427, de 16 de novembro de 2016, coordenado pela Sectet, já havia certificado 1.990 pessoas até o final de 2017. A expectativa da Secretaria para o primeiro semestre deste ano é a de que esse número chegue a 5 mil.

 Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Prazo para inscrições no Desafio InovaTur é prorrogado até 23 de março

seg, 22/01/2018 - 10:48
22/01/2018

O prazo para a realização de inscrições no Desafio InovaTur 2018 foi prorrogado até o dia 23 de março. O objetivo da competição é buscar soluções tecnológicas inovadoras para o desenvolvimento de projetos direcionados à promoção do estado do Pará enquanto destino turístico.

O desafio é fruto de uma parceria entre Governo do Pará, por meio das Secretarias de Estado de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), com o Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá e a Agência de Inovação Tecnológica da UFPA (Universitec). Os organizadores planejam a realização de um workshop no PCT Guamá, ainda sem data definida, para que os inscritos e interessados possam amadurecer suas ideias por meio de palestras sobre o Plano Estratégico de Turismo “Ver-o-Pará” e sobre a elaboração de um plano de negócios, por exemplo.

A ideia de premiar soluções inovadoras que alavanquem o turismo paraense converge com o Programa Inova Pará, coordenado pela Sectet, o qual tem o intuito de levar a inovação às cadeias produtivas estratégicas do Estado para que este avance no seu crescimento e, até 2030, possa se equiparar à média do desenvolvimento nacional. Como o turismo é uma dessas cadeias estratégicas, a intenção do InovaTur é chamar os talentos que procurem aliar o conhecimento à inovação, além de posicionar o Pará como um dos principais destinos dentro do cenário nacional e internacional de turismo.

O Desafio InovaTur é aberto a estudantes, profissionais, entusiastas ou qualquer pessoa com interesse nos temas turismo, empreendedorismo e inovação. As três melhores propostas recebem premiação em dinheiro, no valor de R$ 10.000, 00 (dez mil reais) para o primeiro colocado; R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para o segundo; e R$ 3.000,00 (três mil reais) para o terceiro lugar. As propostas premiadas ainda receberão três meses de hospedagem no Espaço de Coworking do PCT Guamá, com apoio e orientações para amadurecer as ideias.

Serviço: As inscrições para Desafio InovaTur 2018 podem ser feitas até o dia 23 de março AQUI.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet inicia o projeto “Sextas com Ciência”

seg, 22/01/2018 - 08:16
22/01/2018

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) iniciou nesta sexta-feira (19) uma série de debates sobre temas importantes que visam o desenvolvimento do Pará a partir do espírito inovador, da prática científica e do uso da tecnologia em favor da redução das desigualdades sociais. O projeto intitulado “Sexta com Ciência”, que será realizado mensalmente, sempre às sextas-feiras, trouxe na primeira edição o debate sobre o Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá) enquanto instrumento de desenvolvimento regional.

“O projeto surge para nivelar o conhecimento sobre os trabalhos realizados no âmbito da ciência, tecnologia e inovação pela Sectet e seus parceiros institucionais. O PCT Guamá é um deles e sintetiza muito bem a revolução pela produção, pela gestão e pelo conhecimento, algo que o Pará precisa para alavancar suas cadeias produtivas”, afirmou a secretária adjunta da Sectet, Maria Amélia Enríquez, durante a abertura do evento.

O PCT Guamá é o primeiro parque tecnológico a entrar em operação na Amazônia e  recebeu recursos do governo do Estado, por meio da Sectet, em parceria com o Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para sua construção e consolidação. Gerido, atualmente, pela Fundação Guamá, o Parque se caracteriza por ser um ambiente de estímulo ao empreendedorismo inovador, transformando conhecimento em negócios e serviços inovadores para a resolução de problemas da sociedade. 

Na 1ª “Sexta com Ciência”, o diretor-presidente da Fundação Guamá, Antônio Abelém, apresentou a história, as instalações, os serviços e as ações desenvolvidas pelo Parque nos últimos anos. “Nenhum outro parque tecnológico do Brasil possui os tipos de laboratórios que nós possuímos, e que se concentram nas áreas de biotecnologia, energia, tecnologia da informação e comunicação. Além disso, o PCT Guamá oferece mentorias com profissionais capacitados em gerar soluções e operacionalizar demandas junto às empresas”, explicou Antônio Abelém.

“Esse debate é muito importante para que possamos conhecer o trabalho de outros setores e instituições e, assim, unir esforços para estimular o espírito do empreendedorismo inovador no nosso estado, tendo o PCT Guamá como um dos principais parceiros nessa missão”, opinou a gerente de Ciência e Tecnologia da Sectet, Amarílis Dias.

Paralelo ao projeto “Sexta com Ciência”, a Sectet iniciou, também, o “Cesta Consciente”, uma ação social para arrecadar alimentos não perecíveis e outros materiais para doação a uma instituição de caridade, que será escolhida futuramente. A próxima edição do projeto ainda será agendada, mas já possui tema definido: o debate versará sobre a execução do Programa BioPará, que busca melhorar a gestão sustentável da biodiversidade no estado.

Texto e Foto: Igor de Souza (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Emater e Sectet se reúnem para definir sobre cursos para agricultores familiares

qua, 10/01/2018 - 14:29
10/01/2018

Com o apoio estratégico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), agricultores familiares que trabalham com cadeias produtivas-chave da economia paraense serão qualificados não só em termos de tecnologia agrícola e veterinária, mas também sob a perspectiva de negócios e empreendedorismo, a partir do Pará Profissional, programa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet).

Uma reunião na manhã desta quarta-feira (10) com o diretor de educação profissional e tecnológica da Sectet, Luís Blasques,.encaminhou um projeto-piloto, cuja definição a Emater deve apresentar ainda este mês à Sectet, considerando metodologias, saberes do campo e possíveis gargalos operacionais.

"O projeto-piloto tem como base as nove cadeias produtivas que a Emater já trabalha pelo Pará 2030 e o próprio Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural Pública [Proater]. São todos programas de Governo do Estado integrados", resume o coordenador técnico da Emater Celso Puget.

"O Pará Profissional é uma política consistente e eficaz de formação profissional e tecnológica em todas as regiões paraenses, que incentiva as importâncias as da Amazônia, como cacau e mandioca. O objetivo é orientar em todas as fases, da produção à comercialização", aponta Luis Blasques.

Texto e foto: Ascom/Emater

Categorias: Notícias

Prazo para inscrições no Desafio InovaTur termina dia 20 de janeiro

qua, 10/01/2018 - 12:55
10/01/2018

Termina, no próximo dia 20 de janeiro, o prazo para realizar as inscrições no Desafio InovaTur 2018. A competição tem o objetivo de buscar soluções tecnológicas inovadoras para o desenvolvimento de projetos direcionados à promoção do estado do Pará enquanto destino turístico. O desafio é fruto de uma parceria entre Governo do Pará, por meio das Secretarias de Estado de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), com o Parque de Ciência e Tecnologia (PCT) Guamá e a Agência de Inovação Tecnológica da UFPA (Universitec).

A ideia de premiar soluções inovadoras que alavanquem o turismo paraense converge com o Programa Inova Pará, coordenado pela Sectet, o qual tem o intuito de levar a inovação às cadeias produtivas estratégicas do Estado para que este avance no seu crescimento e, até 2030, possa se equiparar à média do desenvolvimento nacional. Como o turismo é uma dessas cadeias estratégicas, a intenção do InovaTur é chamar os talentos que procurem aliar o conhecimento à inovação, além de colocar o Pará como um dos principais destinos dentro do cenário nacional e internacional de turismo.

A competição é aberta a estudantes, profissionais, entusiastas ou qualquer pessoa com interesse nos temas empreendedorismo e inovação com talento para o desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras. As três melhores propostas recebem premiação em dinheiro, no valor de R$ 10.000, 00 (dez mil reais) para o primeiro colocado; R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para o segundo; e R$ 3.000,00 (três mil reais) para o terceiro lugar. As propostas premiadas ainda receberão três meses de hospedagem no Espaço de Coworking do PCT Guamá, com apoio e orientações para amadurecer as ideias.

Serviço: As inscrições para Desafio InovaTur 2018 são gratuitas e podem ser feitas, até o dia 20 de janeiro, AQUI.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Sectet lança nona edição da Revista Ver-a-Ciência

qua, 03/01/2018 - 11:58
18/12/2017

Nesta segunda-feira (18), a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) publicou a versão digital da nona edição da Revista Ver-a-Ciência. O periódico semestral é um dos eixos estruturantes da política de incentivo à disseminação e à popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação no Pará. A publicação traz informações a respeito de ações, projetos e eventos realizados entre os meses de julho e dezembro de 2017, além de apresentar um balanço do ano do trabalho desenvolvido pelo Governo do Pará, por meio da Sectet e outros órgãos.

A entrevista deste número é com o titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Adnan Demachki, responsável pela coordenação do Plano Estratégico de Governo, intitulado “Pará 2030”. Ao longo da seção, ele explica de que forma as ações da Sectet convergem para a execução do plano.

Já, a matéria de capa aborda o sucesso da 8ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizada entre os dias 24 e 26 de outubro, na Estação das Docas, em Belém, em plena Semana Nacional da Ciência e Tecnologia. O evento, que teve recorde de público (mais de 15 mil visitantes), contou com uma programação diversificada, agradando pessoas de todas as idades. Outra matéria abordada nesta edição é o direcionamento do Programa Inova Pará, que, por meio de parcerias, vai consolidando projetos de implantação de novos ambientes de inovação nas várias microrregiões paraenses.

Outro destaque é a participação da Sectet no Fórum de Instituições de Ensino Superior e Pesquisa do Estado do Pará, oportunidade em que foi assinado um Protocolo de Intenções entre a Secretaria e as instituições-membro do Fórum, em favor do programa Inova Pará. O Pará Profissional, por sua vez, é abordado na seção “Caso de Sucesso”, na qual são apresentados os números e os primeiros resultados do Programa, após um ano de publicação da lei que o instituiu. A reportagem é ilustrada com histórias de alunos de alguns desses cursos e antecipa, igualmente, o planejamento das novas ações nesse campo do ensino profissionalizante, para o futuro.

Por fim, a Revista ainda traz matérias interessantes sobre: a relação entre as pesquisas desenvolvidas na Universidade do Estado do Pará e a tradição local; o projeto “Xingu Conectado”, em plena realização na região da Transamazônica; o lançamento do primeiro edital do Programa TecSocial, direcionado ao financiamento de tecnologias sociais voltadas ao atendimento de necessidades básicas de populações vulneráveis; a realização do Fórum do CONFAP, pela primeira vez realizado em Belém, sob a coordenação e o patrocínio da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisa (Fapespa); e um registro comemorativo aos 60 anos de história da Universidade Federal do Pará (UFPA), a maior instituição de ensino superior da região Norte.

Serviço: Esta e as outras edições da Revista Ver-a-Ciência estão disponíveis em   http://www.veraciencia.pa.gov.br/

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Concluintes de cursos do Pará Profissional recebem certificação em Belém

qui, 28/12/2017 - 11:56
06/12/2017

“Eu ajudava a minha avó, que cultiva e vende plantas por um valor simbólico, então resolvi fazer o curso para conhecer mais sobre a parte técnica. Agora eu vou produzir plantas melhores, em uma escala maior, e pretendo trabalhar com paisagismo”. O depoimento e os planos são do técnico em Administração Gleysson Rodrigues, que como muitos precisou enfrentar o desemprego em tempos de crise. Após a conclusão do curso de “Produção de flores de corte, flores de vaso e plantas ornamentais”, ele já planeja se juntar a alguns colegas de sala e montar o próprio negócio. Além da turma de Gleysson, os alunos dos cursos de “Agricultura orgânica” e “Processamento de frutas” também receberam os certificados de conclusão de curso na manhã desta quarta-feira (6), no auditório da Casa Civil, em Belém.

Os cursos de qualificação foram realizados pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) e pelo Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC), por meio do Programa Pará Profissional, executado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural no Pará (Emater) e Fundo Ver-o-Sol, da Prefeitura de Belém.

Ao todo, 64 pessoas foram certificadas. Na ocasião, a continuidade da parceria foi garantida pela assinatura, entre Sectet e NAC, do Termo de Execução Descentralizada, tendo como objeto a transferência de crédito orçamentário para viabilizar a oferta de cursos de qualificação profissional e tecnológica em nível de formação inicial, no sentido promover ações de qualificação de trabalhadores de Organizações da Sociedade Civil (OSC) para inserção no mercado de trabalho.

Na oportunidade, o titular da Sectet, Alex Fiúza de Mello, explicou que, dessa forma, o Programa Pará Profissional consegue atender às diretrizes da política de geração de emprego e renda do Estado, para o combate à pobreza. “O NAC é um núcleo voltado para a inclusão social e cidadania daquela parcela da população considerada mais vulnerável, e o Pará Profissional veio para atender as necessidades de um dos principais programas do governo, o Pará Social e, no âmbito do setor produtivo, ele cobre todas as demandas de formação. Por isso é importante que ele seja assimilado não como um programa da Sectet, mas como um instrumento de que os outros órgãos podem se utilizar, assim como a própria sociedade”, enfatizou.

A diretora geral do NAC, Daniele Khayat, comemorou a continuidade da parceria e destacou a vantagem que a flexibilidade na contratação de instrutores, possibilitada pelo Pará Profissional e instituída na Lei que rege o Programa, oferece. “Podemos atender melhor as necessidades do mercado paraense. O NAC tem uma responsabilidade de articulação nos três setores e a criação do Pará Profissional nos ajudou a melhorar a relação com a sociedade e com esses três setores. Conseguimos alcançar, por meio do Programa, muito mais pessoas por causa da flexibilidade na contratação de instrutores específicos para qualificação de mão de obra."

Outra novidade divulgada foi a de que os concluintes dos cursos passam a fezer parte do banco de cadastro do Portal do Trabalhador da Prefeitura de Belém. “Estamos com uma expectativa muito grande, porque as empresas reclamam da falta de mão de obra qualificada, e essa parceria vai aumentar o banco de cadastro com candidatos que já possuem essa qualificação profissional que o mercado está exigindo”, comemorou o representante do portal, Carlos Magno Filho.

Pará Profissional - O Programa, amparado pela Lei no. 8.427, de 16 de novembro de 2016, é um dos instrumentos de combate à desigualdade  por meio da qualificação profissional da mão de obra local. Ele é executado de maneira a atender as demandas condizentes com as necessidades das cadeias produtivas de cada município ou região, o que o torna mais eficaz no sentido da geração de emprego e renda à população. Os resultados do Programa Pará Profissional, do final de 2016 até o presente momento, apontam para a certificação de cerca de 1.500 pessoas.

Texto: Fernanda Graim (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Páginas